Curiosidades

7 hábitos tóxicos que te fazem sentir mal consigo mesmo

0

Não é todo dia que acordamos nos sentindo bem ou gostando do rumo que nossa vida está tomando. O ditado que diz que a grama do vizinho é sempre mais verde é um dos mais verdadeiros, porque mesmo que tenhamos coisas boas, achamos que alguém tem coisas melhores que as nossas.

O sucesso pode ser medido, segundo matemáticos americanos que criaram uma calculadora que consegue calcular as taxas de sucesso. Mas mesmo aquelas pessoas que têm uma boa educação ou um bom trabalho podem se sentir como se não tivessem nenhum sucesso na vida. E obviamente, nem tudo é tão assustador quanto parece e nem sempre estamos em uma situação ruim. Listamos alguns hábitos que são tóxicos para as pessoas e que talvez seja melhor parar de fazê-los.

1 – Rede social

Todos nós sabemos que nas redes sociais todos são mais bonitos e têm uma vida “perfeita”. Sendo assim, comparar-se a blogueiros pode realmente levar as pessoas à depressão. Segundo pesquisadores americanos, o número de redes sociais acessadas e a ansiedade das pessoas está ligado diretamente.

A comparação com as personalidades das redes sociais nos dá a impressão de que nunca seremos tão bonitos, viajados ou de que nossas vidas jamais serão tão empolgantes quanto a deles. Com isso, as realizações que as pessoas realmente têm em suas vidas ficam diminuídas. Se você parar de usar as redes sociais por um tempo, verá que suas conquistas estarão mais claras para você.

2 – Não avaliar o futuro

O estado psicológico de uma pessoa no presente é afetado com a relação dela com o futuro. Por exemplo, se você é incerto sobre suas perspectivas, isso pode te causar um medo do amanhã e ser fonte de fortes emoções negativas. E é exatamente isso que drena a energia e motivação.

O sucesso é alcançável quando você sabe onde está indo. O que os pesquisadores acreditam é que aquelas pessoas que conseguem saber para onde estão indo são mais otimistas e conseguem superar problemas menores com maior facilidade. O que pode ser feito é tentar pensar em como você se vê no futuro que aí você poderá definir metas.

3 – Perfeccionismo

As pessoas bem sucedidas, normalmente, não se sentem como tais porque elas não conseguem se alegrar com o trabalho feito por elas. Ao invés disso, elas se sentem cansadas, porque o perfeccionismo deixa a qualidade do trabalho em uma altura inatingível. E a competição consigo mesmo nunca termina bem.

Com essa atitude, o avanço na carreira pode ser difícil de se conseguir pelo fato da pessoa achar que nada está bom. O que deve ser feito é estabelecer metas realistas, tentar ver os momentos positivos e satisfação pessoal.

4 – Não mensurar benefícios

O que pensamos como benefícios são altos salários, ambiente bom, seguro mas, segundo uma pesquisa feita pela Universidade da Carolina do Norte, a maioria dos entrevistados disse que se vê pouco em seus trabalhos e se sentem infelizes.

O que isso quer dizer é que, o quanto você é útil afeta diretamente na eficiência do trabalho. Se um esgotamento emocional for sentido é melhor mudar a atitude para o trabalho e encontrar novos significados.

5 – Isolamento

Segundo Raj Raghunathan, que faz cursos para as pessoas que sonham em alcançar o sucesso, a autoconfiança exige um senso de pertencer. Esse sentimento de pertencimento aumenta o nível de felicidade em pelo menos 10%. E a solidão aumenta o risco de ter uma doença cardiovascular ou depressão.

Além disso, a comunicação alivia o estresse e estimula novos desafios. Isso porque os amigos acreditarão no seu sucesso e te apoiarão caso você falhe.

6 – Sem resolução

Quando um problema se apresenta você pode ter duas diretrizes, ou focar no problema e nas razões que levaram ele a acontecer ou então focar nas possíveis soluções. Aquelas pessoas que focam no problema, e a única coisa boa que pode acontecer com isso é ela evitar os mesmo erros. Mas as desvantagens são muitas, como se recriminar pelos seus erros.

Já o segundo tipo de pensamento tem uma visão mais produtiva das coisas porque se adequa para cada situação. Além do que, ele não permite que a pessoa fique em um ciclo de fracasso.

7 – Zona de conforto

Conforme vamos evoluindo no trabalho, já ficamos familiarizados com as tarefas e acabamos caindo em uma zona de conforto e o desenvolvimento é interrompido. A recomendação dos psicólogos é usar a mente de principiante.

Essa possibilidade de ser surpreendido e ver algo novo leva o desejo de aprender e compreender as sutilezas da profissão. E isso leva ao sucesso no trabalho, mas também nas relações no trabalho.

7 imagens que mostram construções famosas antes de ficarem prontas

Matéria anterior

Ele ia ser sacrificado por sua deficiência até que alguém resolveu cuidar dele

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.