• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 hacks aleatórios que até mesmo a ciência aprova

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      12/04/19 às 19h11

Você talvez nunca tenha ouvido falar sobre os hacks. Na verdade, eles são truques que tornam nossa vida mais fácil e simples. Grande parte desses truques são desconhecidos para a maioria das pessoas. Alguns gênios desenvolvem esses truques e muitas vezes eles não são disseminados da melhor forma possível. E é por isso que nós vamos te mostrar alguns hacks aleatórios que até mesmo a ciência aprova, então por que não testar?

Na lista tem de tudo, como dissemos, são itens bem aleatórios mas que vão te ajudar das mais variadas formas. Por isso, se aconchegue e confira agora alguns hacks que além de facilitar a sua vida, são também confiáveis, já que a ciência os aprova.

1 - Mantenha os gatos longe do teclado

Se você tem gatos em casa, com certeza, já deve ter percebido que eles ficam mais agitados quando você usa o computador. Por algum motivo, seu animal não sai de perto do teclado? Acontece que o movimento de digitação chama a atenção dos gatos, eles pensam que você está brincando com eles. Além disso, o som também os atrai. Para conseguir trabalhar tranquilamente, basta colocar  uma caixa de papelão próxima. O felino com certeza vai preferir a caixa ao teclado. Isso porque, de acordo com pesquisas, estar em uma caixa faz com que o nível de estresse dos animais decaia significativamente.

2 - Sal no café

Talvez você não saiba, mas o sal ajuda a diminuir o sabor amargo do café. Em algumas partes do mundo, as pessoas costumam adicionar uma pitada de sal no café já pronto para reduzir o amargor. De acordo com dados científicos, o que acontece é que, ao adicionar o sal, seus íons se separam da molécula e impedem que as moléculas amargas atinjam os receptores que estão em nossa língua.

3 - Xingando para espantar a dor

É quase que um movimento natural xingarmos quando nos machucamos ou sentimos alguma dor. Os cientistas então começaram a analisar esse comportamento padrão e descobriram que xingar de fato "ameniza" a dor. O que acontece é que quando xingamos, o cérebro imediatamente responde como se estivesse em uma luta ou em fuga. É isso que faz com que nossos níveis de adrenalina aumentem significativamente. A adrenalina por sua vez nos ajuda a suportar a dor.

4 - Dormir para aprender melhor

Com certeza você já deve ter ouvido algo sobre como as boas noites de sono cooperam também para o aprendizado. Apesar de o sono ser ainda um grande mistério, o que os cientistas descobriram é que é durante esse período que o cérebro trabalha para armazenar e processar todas as informações que coletamos durante o dia. É por isso que quando vamos fazer uma prova ou apresentar um seminário importante, é preciso dormir bem.

5 - Redefinindo seu relógio biológico

Todos nós temos o famoso relógio biológico, é por isso que entendemos que somos ativos durante o dia e dormimos durante a noite. Mas isso não está ligado apenas a claridade e escuridão, mas também com o que comemos. Se você sofre de insônia, pode ser por conta da sua alimentação. Se você pula o café da manhã e costuma comer durante a noite, seu corpo entende que a disponibilidade de comida é maior durante a noite.

E é por isso que seus hábitos de sono precisam ser alterados, para que você se torne uma espécie de caçador noturno. Pode parecer estranho, mas não podemos nos esquecer que somos animais e nosso corpo, assim como nosso relógio biológico busca a sobrevivência a todo custo. Então, se a disponibilidade de comida é maior durante a noite e comer é necessário para nos manter vivos, o seu relógio vai mudar seus hábitos. É uma questão de sobrevivência.

A dica para cuidar disso é não se alimentar durante a madrugada. No dia seguinte, faça as refeições nos horários normais. Isso dará um reset no seu relógio biológico e é provável que sua insônia melhore.

6 - Usar pratos menores para emagrecer

Algumas pessoas dizem que começaram a utilizar pratos menores, na tentativa de emagrecer. Isso para ter a ilusão de que ainda estão comendo a mesma quantidade de antes. Como se você estivesse realmente tentando enganar ao seu cérebro, na tentativa de comer menos e emagrecer. Acontece que esse é um bom método de fato. Nosso cérebro não consegue mensurar bem pesos e medidas. Geralmente, processamos as coisas melhor como unidades. Por exemplo, uma porção de 100 gramas ou de 1000 gramas é encarada da mesma forma pelo nosso cérebro. É apenas uma porção, não uma porção de 100 ou 1000 gramas. Por isso o truque é válido!

7 - Tontura pós porre

Você teve uma longa noite na farra e acabou bebendo demais. Chegando em casa, a tontura faz tudo parecer que está se mexendo e você simplesmente quer parar com isso. Acontece que o álcool afeta diretamente as estruturas do ouvido interno, que também tem como função te equilibrar. Assim, o mal funcionamento dessa estrutura deixa seu cérebro perdido e ele entende que as coisas estão em movimento. A melhor forma de resolver isso é colocando a mão ou o pé sob uma superfície firme e sólida. Isso ajudará seu cérebro a se orientar e anular o mal funcionamento do cérebro.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+