7 maiores histórias que acabaram se comprovando falsas

POR Jesus Galvão    EM História      04/06/18 às 19h06

Gostamos muito de contar histórias. No entanto, nem todas devem ser levadas a sério. Sobretudo aquelas encontradas soltas por aí na internet, ou que não tiveram suas fontes confirmadas. Ao longo do tempo, muitas mentiras e contos foram creditados como verdadeiros e acabaram gerando grandes confusões mundo afora.

Seres mitológicos, viagens de balão intergalácticas, diários perdidos... Esses são alguns exemplos das mentiras que são tão bem contadas que acabam se tornando um verdade. Listamos algumas dessas histórias que acabaram chocando milhares de pessoas mas que no fim acabaram se tornando uma grande farsa. Confira!

1 - A fada morta

Em 1 abril de 20017, o britânico Dan Baines resolveu pregar uma peça nas pessoas, uma vez que era o dia da mentira. Ele colocou um cadáver do que seria uma suposta fada em um site de leilões online. Ele vendeu a fada por cerca de 280 libras. A imagem teve mais de 20 mil acessos. Isso, porque Baines afirmou que o cadáver da fada era genuíno após ser examinado por um antropólogo.

Mais tarde, naquele mesmo dia, Baines resolveu explicar toda a história e assumiu que tudo não passava de uma grande brincadeira. No entanto, muitas pessoas ainda acreditam que o cadáver é verdadeiro e o britânico apenas estaria escondendo a verdade por ter sido pressionado por alguém a não contar a verdade.

2 - Hans, o cavalo superinteligente

Hans era um cavalo que não apenas sabia contar como também era capaz de resolver problemas de matemática mais complicados. Ao menos, era o que Wilhelm von Olsten, em 1900, queria que você acreditasse. Ele viajou por toda Alemanha, fazendo demonstrações da performance extraordinária do animal.

O cavalo, quando recebia alguma pergunta batia seu pé, sinalizando uma resposta para o problema. No entanto, um dia durante as apresentações de Hans, um estranho fez um pergunta a qual o animal não soube responder. E foi então que Olsten foi desmascarado. Hans não sabia resolver as questões, e apenas batia o pé até que uma pessoa parecesse relaxada quando ele chegasse a resposta correta.

3 - O gigante de Cardiff

William Newell, em 16 de outubro de 1869, anunciou a descoberta de um cadáver do que seria um suposto gigante de 3 metros de altura. Ele alegou tê-lo encontrado quando estava cavando um poço em Cardiff, em Nova York. Ele cobriu o achado com uma tenda e começou a cobrar cerca de 25 centavos para o público visitar o enorme homem. Quando o público cresceu, Newell passou a cobrar mais caro pela visitação.

Não demorou muito para arqueólogos descobrirem a farsa de Newell. Na verdade, o gigante era uma criação de George Hull, primo de Newell. Eles contrataram alguns homens para esculpi-lo em um grande bloco de gesso. Manchas de ácido foram aplicadas na peça para dar mais veracidade. A peça foi transportada de Chicago por uma ferrovia até a fazenda de Newell, onde o poço foi cavado para forjar a falsa descoberta.

4 - Árvores de espaguete

Outra pegadinha que rolou no dia da mentira e que conseguiu enganar uma nação inteira foi planejada pela rede britânica de TV BBC, em 1957. Um famoso programa chamado Panorama foi transmitido naquele dia, mostrando aos telespectadores uma colheita de espaguete. Nas imagens, uma família colhia o alimento de árvores. As imagens eram tão verossímeis que as pessoas começaram a entrar em contato para obter informações sobre o processo de cultivo para criar suas próprias árvores de espaguete em casa.

E o que eles receberam como resposta foi o mais hilário. Aos espectadores foi recomendado que eles colocassem alguns pedaços do espaguete em latas de molho de tomate e esperassem para que ele crescesse. Acredito que nem todo mundo tenha gostado da brincadeira, afinal, quem não queria uma árvore dessas em casa, não é mesmo?

5 - O menino do balão

Richard Heene tinha o grande sonho de se comunicar com alienígenas, e chegou a participar de um programa de TV onde manifestou sua vontade de lançar discos voadores caseiros. Em 15 de outubro de 2009, a família de Heene entrou em contato com o serviço de emergência para informar que seu filho de seis anos, Falcon, havia sido lançado em um balão de hélio. Segundo eles, Falcon estava viajando a uma altitude de cerca de 2100 metros. O que lhe rendeu o apelido de "Menino do balão".

A mídia tentou fazer a cobertura do suposto acontecimento. Mas tudo não passava de uma grande mentira. O menino na verdade estava escondido no sótão da família, e Richard Heene havia apenas construído o balão. Ele foi condenado a 90 dias de prisão e a pagar cerca de 36 mil dólares para restituir possíveis prejuízos e danos aos serviços de emergência acionados.

6 - Os diários de Hitler

Em 1983, a revista alemã West Stern pagou cerca de 4 milhões de dólares por 60 volumes do que supostamente seriam os diários de Adolf Hitler. Os volumes teriam sido encontrados nos destroços de um acidente aéreo de 1945. Especialistas chegaram a confirmar a veracidade do achado, e alguns trechos dos diários chegaram a ser publicados pela revista.

No entanto, nem todo mundo ficou seguro de que os diários eram de fato reais. Testes adicionais foram realizados, e de uma vez por todas foram comprovados a imprecisão dos documentos. O que obrigou a revista e outras fontes que replicaram a matéria a emitirem notas de esclarecimentos. Após investigações, descobriu-se que os diários na verdade haviam sido forjados por Konrad Kujau, um falsificador.

7 - O horror em Amityville

O mundo todo conhece a história dos membros de uma família que foram assassinados por Ronald DeFeo Jr. em uma casa colonial holandesa localizada em Amityville, no condado de Nova York, EUA. Em 1975, DeFeo Jr. foi condenado pelos assassinatos. Uma família (Lutz) se mudou para a casa logo após a condenação de Ronald. 28 dias após se mudarem, eles fugiram da residência alegando que a casa estava possessa por um espírito demoníaco.

Segundo eles, o espírito teria os atacado. Anos mais tarde o advogado de DeFeo admitiu que tudo não passava de farsa. A família Lutz e Ronald teriam planejado tudo para que pudessem se beneficiar da história. Muito provavelmente DeFeo queria se fazer acreditar como uma vítima dos supostos ataques sobrenaturais.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Via   Listverse  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+