• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 mais terríveis divindades egípcias

POR Bruno Destéfano    EM Curiosidades      15/05/19 às 14h13

Para os egípcios, a jornada de todas as coisas começou com a criação do mundo e do universo das trevas. Não havia nada além de infinitas águas escuras sem forma ou propósito. Dentro deste vazio, Heka (deus da magia) fazia morada ao mesmo tempo em que aguardava o momento da erupção das criaturas. 'Nu' surgiu posteriormente como o "morro primitivo", conhecido como Ben-Ben, sobre o qual ficava o grande deus Atum. Este olhou para o nada e reconheceu sua solidão. Dessa forma, através da ação da magia, ele acasalou com sua própria sombra para dar fomentar a criação de seus dois filhos, Shu (deus do ar) e Tefnut (deusa da umidade). Bem, como é possível perceber, a mitologia egípcia é completamente multifacetada. Numerosas divindades surgiram por entre a histórias do antigo Egito. Algumas delas não são tão famosas quanto as mais conhecidas (Osíris, Isis e Ptah). No entanto, as divindades "anônimas" podem ser tão cruéis e aterrorizantes quanto. Conheça 7 mais terríveis divindades egípcias.

A existência humana, sob a ótica dos egípcios, era entendida como apenas um pequeno segmento de uma jornada eterna. As forças sobrenaturais, por sua vez, orquestravam o panteão egípcio na pele de temíveis criaturas divinas.

1- Mafdet

Esta deusa é representada como um felino, uma mulher com uma cabeça felina ou um felino com a cabeça de uma mulher. Mafdet administrava a justiça e as execuções, sendo intimamente relacionada com a proteção das câmaras do faraó e outros lugares sagrados no antigo Egito. Ela já foi mencionada como a deusa que protegeu o deus do sol (Ra) de cobras venenosas. Em períodos posteriores, o culto de Mafdet foi substituído pelo culto de Bast, outra deusa felina que protegia o faraó.

2- Ammit

"A Devoradora dos Mortos" era um demônio feminino no antigo Egito. Ammit foi caracterizada como tendo o corpo subdividido em três animais: leão, hipopótamo e crocodilo. O motivo está claro: as criaturas representam os três maiores animais "devoradores de homens" conhecidos pelos antigos egípcios. Se o coração de um morto era mais pesado que a pena da deusa Maat, Ammit comia e transformava-o em um espírito errante. Entre outros títulos, ela foi referida como "devoradora dos mortos", "comedor de corações" e "grande da morte".

Ela não era adorada no antigo Egito e, por isso, teve a fama de ser uma das mais terríveis divindades egípcias. Ammit estava ligada à deusa Tawaret por suas características físicas bastante semelhantes.

3- Seth

Seth era o deus do caos, da violência, dos desertos e das tempestades. No mito de Osíris, ele é o seu assassino. Inclusive, em algumas versões do mito, Seth engana Osíris para que se deite em um caixão.

A aparência de Seth é um problema para os egiptólogos. Ele é frequentemente descrito como um animal ou como um humano com a cabeça de um animal. No entanto, não conseguem descobrir qual seria a criatura. Geralmente, é descrito com um longo focinho e enormes orelhas quadradas nas pontas. Em sua forma totalmente animal, ele tem um corpo magro e uma cauda reta com um tufo no final. Muitos estudiosos cogitam que nenhum animal desse tipo existiu, perfazendo originalidade à espécie divina.

4- Shezmu

Foi considerado o deus da execução, do sangue e do vinho. Mesmo sendo descrito como um demônio no antigo Egito, a sua natureza divina era mais útil do que se podia imaginar. Ele era quem puniria aqueles que faziam o mal, espremendo a cabeça dos malfeitores até retirar todo o sangue.

5- Re/Ra

Uma das várias divindades associadas ao Sol, o deus Re era geralmente representado por um corpo humano e a cabeça de um falcão. Acreditava-se que ele navegava pelos céus por meio de uma embarcação. Uma de suas principais missões residia na passagem pelo submundo para derrotar o deus da serpente (Apopis). Essa é uma das mais terríveis divindades egípcias.

6- Babi

Geralmente traduzido como "Touro dos babuínos", Babi foi invocado para prover fertilidade e uma boa vida sexual. Esta criatura do submundo foi considerada como o deus da virilidade dos mortos. Nas antigas representações egípcias, Babi era geralmente retratado com uma ereção. Além disso, viam-no como perigoso e cruel por comer as entranhas das pessoas. Os invocadores precisariam ter muito cuidado para não terminar como sua refeição.

7- Menhit

A "deusa-gato" era considerada uma divindade de guerra, propensa à agressão e ao assassinato. Por todo o antigo Egito, ela estava ligada às deusas Wadjet e Neith. Menhit também se identificava com Sekhmet. Acreditava-se que ela avançava à frente dos exércitos egípcios em suas batalhas, abatendo e massacrando herdeiros com flechas de fogo. Ela foi considerada uma das divindades mais brutais do antigo Egito.

Já conhecia algumas destas divindades? Quer compartilhar outras curiosidades a respeito da mitologia egípcia? Não se esqueça de comentar. A sua opinião é mais do que importante para nós.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+