• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 motivos para se animar (e muito) com a nova série de The Witcher, da Netflix

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      04/09/18 às 18h50

A Netflix dividiu o público ao se arriscar na adaptação do mangá/anime Death Note. No entanto, a filosofia de Reed Hastings (CEO da empresa) consiste no "gostamos mesmo é de atirar para todos os lados", ou seja, a plataforma não desistiu. O que foi muito bom, caso contrário não teríamos Castlevania. A série animada, baseada na homônima franquia de games, foi um grande sucesso. A empresa gostou tanto que resolveu repetir. Há rumores sobre Diablo estar na sua mira, porém, enquanto não temos confirmaçã disso, The Witcher já está a caminho.

A gigante do streaming tem apostado alto no projeto, que promete ser sua mais nova série de fantasia. A história é baseada na sequência de livros e jogos e traz Geralt de Rívia como protagonista. O personagem é um dos poucos bruxos restantes na Terra. Como dever, cabe a ele combater criaturas geneticamente modificadas, as quais possuem habilidades sobrenaturais e levam perigo a outras pessoas. Recentemente, foi liberado quais personagens estarão na história e suas respectivas descrições. Embora a série ainda esteja em pré-produção, já temos motivos suficientes para nos animar com o lançamento. Listamos alguns a seguir.

1 - Material de origem

Os jogos podem até ter ganhado mais fama, mas suas histórias são baseadas na série de livros de Andrzej Spakoski. O primeiro livro do autor chegou às lojas antes mesmo de Game of Thrones. No entanto, ele foi lançado primeiro na Polônia, país de origem do escritor, e depois ganhou o mundo. O universo criado por Spakoski é cheio de criaturas místicas, elementos sobrenaturais e muita aventura. Assim como George R. R. Martin faz com a HBO, Andrzej Spakoski também servirá de consultor à Netflix durante o processo de adaptação.

2 - Efeitos especiais

Antes de pensar "tá, e daí?! Quero saber mesmo é da história", vamos concordar que ninguém quer uma série baseada no mundo de The Witcher com CGI capenga. Sendo assim, chegou a hora de comemorar, porque os efeitos especiais da série ficarão nas mãos da Platige Image. A empresa polonesa é a responsável por todas as cinemáticas do game. Quem já jogou sabe o quanto as cut scenes de The Witcher são impressionantes. Ou seja, podemos esperar muita dedicação e compromisso em uma das áreas mais importantes para a história.

3 - A equipe de produção

Sean Daniel e Jason Brown foram produtores executivos de The Expanse, uma bela série de ficção científica com influências nos clássicos Babylon 5 e Battlestar Galactica. Ela é baseada nos livros de Daniel Abraham e Ty Franck, o que significa que ambos os produtores já contam com uma ótima experiência no currículo. Eles já provaram que são capazes de levar realismo ao mundo ficcional e certamente farão o mesmo com o universo fantástico de Andrzej Spakoski.

4 - O diretor Tomek Baginski

Percebemos o grau de comprometimento da Netflix com essa adaptação quando ela faz questão de se cercar das pessoas que entendem do material. Além de contratar a mesma empresa responsável pelas cinemáticas do game, ela também colocou ao seu lado o mesmo diretor. Sim, Tomek Baginski dirigiu todas cenas de abertura de The Witcher. Como se isso não fosse o bastante, o próprio Andrzej Spakoski afirmou em uma entrevista que o diretor é um dos motivos pelos quais ele aceitou participar do projeto. O autor acredita que, sem ele, não teria como haver série.

5 - Roteiro

O roteiro está por conta de Lauren Schmidt Hissrich, a qual tem escrito e atuado como produtora no meio há anos. Entre seus trabalhos mais notáveis estão Justice, Parenthood, Do No Harm, Private Pratice e a aclamada The West Wing. No campo dos super-heróis, Hissirich tem em seu currículo Demolidor e Os Defensores. Ou seja, a roteirista, além de já ser da casa, também sabe bem como esse universo funciona. E a boa notícia para quem ficou animado com a confirmação de Henry Cavill como protagonista é que Lauren Hissirch foi fundamental para isso acontecer.

6 - Locação

Com Game of Thrones na reta final, muitas produções desejam seu lugar do gosto do público. Para a Netflix, a série baseada em The Witcher é sua maior aposta para a posição. Prova disso é a abertura de seus cofres para a produção do programa. Além de toda a equipe técnica, Henry Cavill e as futuras contratações, a plataforma não pretende economizar nas locações. Laura Hissrich anunciou que as filmagens acontecerão em grande parte no Leste Europeu. De acordo com ela, "não poderia ser outro lugar. Ponto". Também concordamos!

7 - Data de estreia

The Witcher está com a equipe de produção e técnica formada. O elenco começou a ganhar vida e o roteiro do último episódio está quase pronto. Dessa forma, as gravações devem começar em breve. No mais tardar em janeiro. A série tem previsão para estrear em algum momento de 2020 e a notícia não poderia ser melhor. Apesar da história não ter nada a ver com Game of Thrones, após seu término em 2019, os fãs de fantasia ficarão carentes de produções do gênero. Porém, graças a Netflix, o público terá mais uma obra para aguardar ansiosamente.

Próxima Matéria
Via   Toynk     LB  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+