• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 planetas mais mortais do universo

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      09/08/19 às 16h37

Dizem que a NASA já encontrou alguns planetas que, possivelmente, podem ser habitados por nós, simples e humildes seres humanos. Mesmo sendo uma instituição respeitável, é preciso lembrar um pequeno detalhe. Antes de qualquer de um de nós decidir deixar a terra, testes precisam ser feitos. E, claro, comprovado.

Primeiro porque que os planetas, supostamente habitáveis, devem ser cobertos de água, na maioria dos casos, com 90%. Segundo, o nosso planeta, é o único que parece possuir vastas extensões de terras férteis. Mas independente dos motivos, os planetas que não são habitáveis, são, certamente, mortais. Tão mortais que qualquer criatura, que se aproxime, booom! Pronto, morreu.

Conheça uma lista de planetas que são incapazes de permitir a presença de qualquer tipo de ser vivo. 

1 - HD 189733b

Em 2005, astrônomos descobriram um exoplaneta do tamanho de Júpiter. Conhecido como HD 189733b, o planeta é completamente azul. Bem parecido a terra, por sinal. E está pertinho, a 63 anos-luz de distância. No entanto, ao contrário da Terra, a HD 189733b é azul porque suas nuvens são ricas em silicato. E o que tem de bonito tem de mortal. Os ventos atingem cerca de 8.700 quilômetros por hora (5.400 mph). Isso é sete vezes a velocidade do som. Outra fator insuportável é a chuva. Lá chove vidro, viu? São partículas de silicato condensado carregadas por ventos de 7 mil quilômetros por hora. A atmosfera ali é abrasadora, com uma temperatura que ultrapassa os 1.000 ºC. 

2 - CoRoT-7b

Conhecido também como "super-Terra", o planeta foi encontrado pelo observatório CoRoT. O CoRoT-7b gira possui uma temperatura que situa-se entre os 1.930 ºC e os 4.220 ºC. Sua massa é 5.9 vezes maior que a massa da Terra. A densidade do exoplaneta é semelhante à dos planetas telúricos. Isso significa que o CoRoT-7b é composto maioritariamente por rocha e metal. Está a 500 anos-luz de nós e tem apenas 1,5 mil milhões de anos de vida. O planeta está incrivelmente perto da CoRoT-7, apenas a 2,5 milhões de quilómetros de distância. Para se ter uma ideia, é 23 vezes mais próximo do que Mercúrio está do Sol. Por estar tão perto da sua estrela mãe, o planeta viaja a uma velocidade sete vezes superior à da Terra, a 750 mil quilómetros por hora.

3 - KELT-9b

Antes de tudo, o KELT-9b é o planeta mais quente do universo. Ou seja, é capaz de derreter tudo. Além disso, o KELT-9b está localizado a cerca de 650 anos-luz de nosso Sistema Solar. Acredita-se que as temperaturas em KELT-9b cheguem aos 3204 graus. Após ter sido descoberto, o exoplaneta revelou possuir em sua atmosfera a presença de titânio gasoso. Certamente,  nada sobrevive ali. De acordo com especialistas, os planetas, que ficam tão quentes quanto o KELT-9b, às vezes, evaporam completamente. Tudo devido ao calor. Mas o KELT-9b, incrivelmente, segue em órbita.

4 - WASP-121b

O WASP-121b é um exoplaneta bem estranho. Para começar, não é esférico, parece mais uma bola de futebol americano, sabe? Além disso, as temperaturas oscilam em torno de 2.540 °C. Não existe nada sólido ou líquido ali, por exemplo. Sua atmosfera metálica é formada de gases que possuem partículas de ferro e magnésio. Para piorar ainda mais, o exoplaneta está deixando exercer atração gravitacional mas, até o momento, segue resistindo. Como? Difícil dizer, viu?

5 - Upsilon Andromedae b

Upsilon Andromedae b é um planeta extra-solar gasoso. Segundo especialistas, o exoplaneta é uma estrela semelhante ao Sol. Além disso, é também chamado Saffar. Está a aproximadamente 44 anos-luz de distância do Sol, na constelação de Andrômeda. Posteriormente a sua descoberta, o Upsilon Andromedae b tornou-se o primeiro planeta fora do sistema solar ao qual foi medida a temperatura diurna e noturna. Para tal, os cientistas utilizaram o telescópio espacial Spitzer. Após realizar as medições, descobriram que as diferenças de temperaturas são extremamente elevadas. Para se ter uma ideia, na face virada para o seu sol, o planeta atinge 1527 graus. Já na face oposta, a temperatura é de 123 graus negativos.

6 - OGLE-2005-BLG-390Lb

O OGLE-2005-BLG-390Lb, às vezes, chamado de Hoth, em homenagem ao planeta gelado de Star Wars, é o mais frio já detectado até hoje. Estima-se que o exoplaneta atinge -223 °C. A temperatura mais fria já registrada na Terra, por exemplo, é de -97,8 °C. Além disso, diferentemente dos outros planetas mortais, o OGLE-2005-BLG-390Lb não está tão distante de sua estrela. De acordo com especialistas, o exoplaneta trata-se de uma anã-vermelha, uma das que têm as menores temperaturas conhecidas.

7 - TrES-2b

Antes de mais nada, é preciso dizer que esse planeta é raro. Primeiro, é raro porque é completamente negro. O planeta TrES-2b reflete menos de um por cento da luz que recebe de sua estrela hospedeira. Além disso, o planeta TrES-2b tem o tamanho de Júpiter e foi descoberto produzindo pequenos eclipses, em 2006. Agora, sua estranha escuridão foi descoberta recentemente. Em suma, as razões pelas quais o TrES-2b é tão escuro permanecem desconhecidas e é um vasto tópico de pesquisas futuras.

Próxima Matéria
Via   List Verse  
Imagens List Verse
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+