7 relações inter-raciais que mudaram a história da humanidade

POR Lucas Curado    EM História      28/03/18 às 14h03

Ao longo da história da humanidade nós passamos por diversos períodos onde nós discriminamos uns aos outros. Seja por cor ou etnia, nós nos dividimos muitas vezes por raças. Dessa forma, nós acabamos nos esquecendo que pertencemos a uma só espécie que é humana. Hoje em dia ainda existe discriminação, xenofobia e racismo, contudo, antigamente essas atitudes eram muito mais "descaradas".

Podemos tomar como exemplo o Apartheid na África do Sul ou os conflitos "raciais" nos EUA. Felizmente, em todo período histórico nós tempos pessoas que tentam quebrar esses tabus e lutar contra esses preconceitos. Uma das formas que essas pessoas encontraram foi o amor. Hoje na Fatos Desconhecidos traz para você alguns dos casamentos mais importantes da história.

A união dessas pessoas promoveu o espírito de igualdade e liberdade para aqueles que buscavam se soltar de suas correntes. Em uma época onde afrodescendentes, asiáticos, indígenas e outras etnias eram vistas como "inferiores"... O amor foi usado como arma para combater a ignorância.

1 -  Mildred e Richard Loving

No dia 11 de julho de 1958, Mildred e Richard Loving tiveram a casa invadida e foram levados pela polícia. Mildred ficou presa por vários dias. Em 24 estados do Estados Unidos da América era proibido por lei o casamento entre duas pessoas de "raças" diferentes.

Algumas semana depois, Richard descobriu que Mildred estava grávida, e indo contra a lei, resolveram se casar novamente. Eles viajaram para o estado de Washington para terem certa segurança. Somente em meados da década de 60 que o estado americano finalmente considerou o "casamente inter-racial" legal. Contudo, somente no ano 2000, a lei contra "casamentos inter-raciais" foi devidamente banida.

2 - Ruth William Khama e Sir Seretse Khama

Ruth William e o Seretse (príncipe da tribo Bamangwota) se conheceram na faculdade de Direito da Inglaterra. Quando eles anunciaram o casamento dos dois, suas famílias ficaram enfurecidas. Assim como o governo inglês.

Ruth foi expulsa de casa por seu pai e Seretse foi ameaçado de ter que "lutar com seu tio até a morte" caso voltasse para casa... Eles viveram durante 8 anos exilados, já que o governo inglês não deixou eles saírem do país com medo da repercussão na África do Sul.

3 - Arcadio Huang e Marie-Claudie Regnier

Arcadio nasceu em uma província chinesa do século 18. Seus pais eram católicos e decidiram que ele se tornaria um padre. Com um bispo chamado Artus de Lionne, Huang foi para França, onde se juntou com acadêmicos para desenvolver um dicionario sino-francês.

No ano de 1713, ele se casou com uma francesa chamada Marie-Claude Regnier. Para muitas pessoas isso foi um absurdo. Contudo, os pais de Marie deram uma benção especial para os dois e esse se tornou um dos primeiros casais "inter-raciais" a se casar na história.

4 - Gonzalo Guerrero e Zazil Ha

Um espanhol chamado Gonzalo Guerrero naufragou na costa de Yucatan. Ele acabou sendo capturado por uma tribo maia. Para não ser morto, ele começou a aprender a língua e os costumes de seus captores. Dessa forma, ele ensinou táticas espanholas para esse povo e aprendeu a cultura deles.

Gonzalo se tornou uma membro respeitado, se casou com uma mulher chamada Zazil Ha e teve três filhos. Quando Hernan Cortes foi "resgatá-lo", ele recusou e disse que agora essa era sua vida. Suas orelhas estavam furadas e seu rosto tatuado. Provavelmente ele não seria aceito entre os espanhóis... E provavelmente não seria tão feliz quanto era em seu novo lar.

5 - Louisa e Louis Gregory

Em 1911, fazendo uma peregrinação no Egito, Louisa e Louis se conheceram. Eles então foram juntos para os Estados Unidos, onde foram acolhidos pela comunidade Bahá'í. Em 1912, eles se casaram na fé Bahá'í e foram o primeiro casal inter-racial a fazer isso. Eles ficaram casados por 40 anos, até que Louis veio a falecer em 1951.

6 - James Achilles Kirkpatrick e Khair Un-Nissa

James A. Kirkpatrick era um diplomata e imperialista inglês da Companhia das Índias Orientais. Em uma de suas excursões, ele foi capturado e viveu na região por um tempo. Quando menos esperava, ele já havia trocado seus hábitos, se converte ao Islamismo e se casou com Khair Un-Nissa.

O casamento só foi permitido pois James colaborou com os interesses do governo. E assim foi feito. Quando os ingleses dominaram completamente a Índia, ele foi chamado por um superior e deposto. Khair e James tiveram dois filhos que foram mandados para a Inglaterra para serem educados. O casal permaneceu na Índia até a morte de ambos.

7 - Bill de Blasio e Chirlane McCray

Bill foi o primeiro prefeito de Nova York a ter uma esposa negra, ou seja, a aceitação de uns tempos para cá definitivamente melhorou. Contudo, na época de sua eleição, os comentários no seu canal do Youtube tiveram que ser desativados por conta das inúmeras ofensas racistas que ele e Chirlane estavam recebendo...

E aí, o que achou dessa matéria? Deixe seu comentário e até próxima

Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+