Entretenimento

7 revelações chocantes do príncipe Harry em nova série documental

0

Família Real Britânica está entre as mais comentadas, populares e importantes do mundo. Ela ocupa o topo das famílias reais mais famosas de todos os países. E possui ainda os bens mais preciosos, como terras, castelos e até mesmo leis que só se aplicam a eles. Pessoas do mundo inteiro viram seus olhos para eles, quando algo acontece por lá. E todos os olhos se viraram para essa família, recentemente, por causa do príncipe Harry e de Meghan Markle.

O filho mais novo do príncipe Charles e sua esposa abdicaram do posto de membros seniores da Família Real Britânica. No dia oito de janeiro de 2020, o duque e duquesa de Sussex anunciaram, através de sua conta do Instagram, a decisão.

De lá para cá várias coisas aconteceram e que vieram a conhecimento público na entrevista que o casal deu à apresentadora Oprah Winfrey. Desde que abdicou seu posto, o príncipe Harry tem se dedicado a outros projetos.

Um deles é a série documental “The Me You Can’t See” da Apple TV, em parceria com Oprah Winfrey. Ela conta as histórias emocionantes de várias celebridades, abordando temas em torno da saúde mental. E o príncipe faz várias revelações. A seguir você acompanha algumas delas.

1 – Bebidas e drogas

Quando Harry tinha 12 anos sua mãe, Lady Di, faleceu. E o príncipe revelou que passou por uma fase bastante imprudente por conta da morte da mãe.

“Eu estava com vontade de beber, estava com vontade de usar drogas, estava disposto a fazer coisas que me fizessem sentir outra realidade. Aos poucos fui percebendo que eu não estava bebendo de segunda a sexta, mas provavelmente bebia o equivalente a uma semana em uma sexta ou sábado à noite. E eu me pegava bebendo, não porque estava gostando, mas porque estava tentando mascarar alguma coisa”, revelou.

2 – Sofreu muito com os cuidados de Charles

Harry também se aprofundou na sua relação com seu pai, príncipe Charles. “Meu pai costumava me dizer quando eu era mais jovem: ‘Bem, foi assim para mim, então vai ser assim para você'”, Harry contou e disse que as palavras do pai não faziam sentido para ele.

“Só porque você sofreu, isso não significa que seus filhos tenham que sofrer, muito pelo contrário. Se você sofreu, faça tudo que puder para ter certeza de que quaisquer experiências negativas que teve, você pode consertar para seus filhos”, continuou.

3 – Feliz no exército

De acordo com Harry, a época mais feliz da sua vida foi durante os 10 anos que passou lutando no Afeganistão. O príncipe explicou que estar no exército o afastou dos holofotes e o deu uma chance de ser tratado como uma pessoa “normal”.

“Tive que usar o mesmo uniforme que todo mundo, tive que fazer o mesmo treinamento que todo mundo, comecei de baixo como todo mundo. Não houve tratamento especial por causa de quem eu era”, lembrou.

4 – Negligenciado pela família

Quando o relacionamento de Harry e Meghan foi oficializado a mídia prestou bastante atenção neles. Com o passar do tempo as coisas foram piorando e Harry até pediu ajuda à família.

“Achei que minha família iria ajudar, mas cada pedido, aviso, acabava sendo recebido com silêncio e abandono total. Passamos quatro anos tentando fazer funcionar. Fizemos tudo o que podíamos para ficar lá e continuar fazendo o papel e o trabalho. Mas Meghan estava sofrendo”, revelou ele.

5 – A família o deixou sofrer

Harry disse a Oprah como ele sentiu falta do apoio familiar depois que Lady Di morreu. “Eu não estava em um ambiente onde fosse encorajado a falar sobre isso também, minha dor foi meio que esmagada. Eu precisava falar do passado, para me curar dele”, explicou.

Harry lembrou também que a família nem ao menos falava sobre a morte de Diana.

6 – Tentativa de reverter o “Megxit”

No começo de 2020, Harry e Meghan anunciaram que se afastariam dos seus deveres reais. Na série documental, o príncipe revelou que a família real sabia do anúncio e que eles tentaram impedi-lo.

“Eventualmente, quando eu tomei essa decisão por minha família, ainda me disseram, ‘Você não pode fazer isso'”, revelou.

7 – Raiva da reação do público pela morte da mãe

O príncipe contou sobre sua experiência de perder a mãe quando ele tinha somente 12 anos. Harry lembrou que sua dor se transformou em raiva quando viu a reação do público.

“Era como se eu estivesse fora do meu corpo e fazendo apenas o que era esperado de mim. Mostrando um décimo da emoção que todo mundo estava mostrando. Fiquei muito zangado com o que aconteceu com ela e com o fato de não haver justiça. Em absoluto. As mesmas pessoas que a perseguiram naquele túnel a fotografaram enquanto ela estava morrendo no banco de trás daquele carro”, contou.

10 melhores séries estrangeiras nas plataformas de streaming

Matéria anterior

Reator fica 10 vezes mais quente que o sol e bate recorde mundial

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.