Quem nunca quis ficar rico da noite para o dia? O sonho de todo cidadão do planeta é vencer na loteria de seu país e não ter que se preocupar em pagar escola de criança, IPVA, IPTU, cursinho de inglês, fora poder comprar todos os carros, jóias e coberturas que o dinheiro pode.

Se você joga todo dia na loteria e ainda não ganhou nada, calma, ainda há uma chance de acordar milionário. Várias fortunas existem no nosso planeta e essa tecnologia de banco e poder guardar seu dinheiro em locais "seguros" não existia no passado. Tudo era muito rústico e se você tinha muito ouro, tinha que dar um jeito de carregar aquilo tudo quando fosse se mudar.

Graças a isso, muitas fortunas se perderam no decorrer da história. Hoje vamos dar todas as informações que os corajosos precisam para achar grandes fortunas pelo mundo nessa lista de 7 tesouros que você ainda pode encontrar.

7. Tesouro de Napoleão

1fce0cdb6af1291531001074967fb02b

As coisas não estava indo bem para Napoleão e ele resolveu fugir de Moscou. O francês mandou suas tropas carregarem um várias peças de ouro, objetos históricos e armas antigas. Porém, eles foram atacados durante todo o caminho e grande parte do tesouro foi abandonado para fugirem mais rápido e conseguirem sobreviver. Parte da fortuna foi achada, mas muito ainda continua perdido na Rússia, próximo as aldeias de Zhernovka e Velisto.

6. Tesouro no Deserto de Mojave

cultured-golden-pearls1-e1375411017164

Pode parecer uma loucura imensa que um navio tenha afundado a 160 km do Oceano Pacífico dentro de um deserto. Mas se for verdade, existe milhões de reais em pérolas na região de Salton Sea, na Califórnia.

Publicidade
continue a leitura

Especialistas acreditam que uma grande maré do Golfo da Califórnia colidiu com o Rio Colorado e muita água fez com que um navio espanhol tenha sido carregado para Salton Sea. Supostamente o navio teria milhares de pérolas a bordo e nunca foi encontrado.

5. Tesouro de Jean LaFitte

Screen-shot-2011-07-19-at-9.52.15-AM-e1375411338204

Jean LaFitte, junto com seu irmão Pierre, eram piratas que passaram a vida atacando e roubando navios no Golfo do México e depois vendendo as mercadorias em armazéns que eles mesmos eram donos. Aparentemente o negócio ia muito bem e era tanta riqueza que eles resolverem enterrar uma boa parte.

Depois que LaFitte morreu, entre 1823 e 1830, reza a lenda que sua fortuna esteja circulando na Lousiana. Acredita-se que vários pequenos tesouros foram enterrados na costa de New Orleans.

4. Tesouro de San Miguel

ship1-e1375411996157

Em 1712, a Espanha montou uma das maiores frotas de navios já montadas. Eram 11 navios recheados de prata, ouro, pérola e jóias. A estimativa é que nos valores atuais seria algo em torno de R$6 bilhões.

Publicidade
continue a leitura

O plano era sair de Cuba logo antes da temporada de furacões começar, para não correr risco de ser saqueado por piratas. Porém, furacões atingiram os navios e toda a frota afundou. Sete navios já foram achados juntamente com algumas riquezas, mas dizem que o navio San Miguel era o que continha mais peso e esse nunca foi achado.

3. O mapa do tesouro nos pergaminhos do Mar Morto

290658_v1

A descoberta dos pergaminhos do Mar Morto é considerada como uma das maiores do século passado pelo tremendo valor religioso e linguístico. Juntamente com os pergaminhos foi encontrado um mapa feito de cobre com instruções para achar várias peças de ouro e prata escondidos em Israel.

Agora ficou fácil de achar, não é? Não ficou não. O mapa é todo em hebreu antigo, uma língua que só conhecemos por outras escrituras antigas. Não apenas isso, mas as instruções são dadas assim: "No templo do funeral, no terceiro caminho de pedras: 100 peças de ouro". Para entender isso tudo é necessário saber da geografia de Israel do século IV A.C..

2. Tumba do Imperador Tu Duc

290664_v1

Publicidade
continue a leitura

Tu Duc era um imperador do Vietnam completamente infértil e tinha 104 esposas. Quando morreu não tinha um herdeiro, então resolver fazer um esconderijo dentro de sua tumba para toda sua fortuna. Dizem que o que não foi gasto com a construção da tumba gigantesca está escondido em alguma parede por lá.

Aí você pensa: "Mas alguém deve ter carregado toda aquela fortuna para o esconderijo". Sim, mas o imperador amava tanto seu ouro que mandou decapitar todos os 200 servos que participaram da construção da tumba.

1. Tesouro de Victorio Peak

290668_v1

Em 1937, um homem chamado Doc Ness, estava em uma de suas caçadas por veados e encontrou uma caverna cheia de esqueletos, jóias, itens históricos e 16 mil barras de ferro. Sua mulher insistiu que ele levasse uma dessas barras de ferro para casa e para sua surpresa, a barra era na verdade de puro ouro, apenas folheada de cinza.

O plano então era buscar tudo e se tornar bilionário, já que a fortuna avaliada nos moldes hoje seria R$3,6 bilhões. Porém, a entrada da caverna era bem estreita e Doc resolveu usar dinamite para aumentar a entrada. O plano deu errado e a entrada ao invés de aumentar ficou coberta de rochas impossibilitando qualquer passagem.

Com o passar do tempo, Doc foi assassinado pelo seu sócio por causa de disputas sobre o ouro. A família Ness, assim como incontáveis outras, continuaram a procurar o tesouro, mas na década de 50 o exército fechou a região de Victorio Peak, New Mexico, dizendo que seria para testes com armas. Tempos depois o próprio exército disse ter achado o tesouro e a família Ness reclamou o direito de parte do tesouro, porém o exército prontamente negou ter achado.

Até hoje não se sabe o tesouro foi encontrado ou não.

Publicado em: 26/06/15 19h18