Entretenimento

8 easter-eggs de Walking Dead que você nunca percebeu

0

É indiscutível que Walking Dead está entre as séries mais populares da atualidade em todo o mundo. A cada temporada, novos personagens e mistérios envolvendo o apocalipse zumbi tomam conta das emoções de fãs que aproveitam o espaço da internet para debater teorias e expor todos os seus pensamentos sobre o seriado.

Em meio a tantas discussões, muita gente é capaz de apontar revelações, detalhes e segredos que podem passar completamente despercebido para a maioria das pessoas, principalmente se você só vê cada episódio apenas uma vez. São referências ao universo fora da série ou até mesmo pistas que revelam detalhes da própria trama da história contada ali.

Aqui, nós separamos alguns easter-eggs e segredos que provavelmente você não percebeu quando assistia à série.

1 – Abertura

1

O título de Walking Dead durante a abertura da série tem se tornado cada vez mais destruído ao longo das temporadas, da mesma forma que os zumbis e o mundo ao redor dos sobreviventes. De uma temporada para a outra, a mudança é bem sutil, mas quando todas as imagens de título são colocadas juntas, é bem fácil perceber a deterioração ao longo do tempo.

2 – Robert Kirkman

2

A série Walking Dead não seria nada sem o trabalho de Robert Kirkman nas histórias em quadrinhos originais. Em homenagem ao criador da história, algumas passagens do programa de televisão fazem referências a outros trabalhos do autor. Na primeira temporada, por exemplo, Carl veste uma camiseta com o símbolo de Science Dog, um personagem de Kirkman. Carl também recebe uma cópia de uma outra HQ do autor durante a quarta temporada: The Astounding Wolf-Man.

3 – Breaking Bad

3

Quando Walking Dead foi ao ar pela primeira vez, em 2010, Breaking Bad também fazia parte da programação do canal AMC. Vários segredos e referências que faziam conexão entre as duas séries foram colocados em Walking Dead, por causa disso. Daryl menciona um traficante de drogas bem similar a Jesse Pinkman; o laboratório de Milton na terceira temporada apresenta um dispositivo similar à máquina utilizada por Gale e o Governador menciona Heisenberg num determinado ponto. As semelhanças são tantas, que algumas teorias apontam que realmente as duas séries se passam no mesmo mundo. Essa e outras teorias você pode ler numa matéria que publicamos aqui.

4 – Stephen King

4

A cidade natal de Rick, em Walking Dead, é chamada de King County. O local não existe no estádio verdadeiro da Georgia, nos Estados Unidos, e poderia ter sido escolhido de forma aleatória, mas não foi. King County recebeu esse nome como forma de homenagem ao autor de horror Stephen King, amigo de um dos grandes nomes por trás da produção de Walking Dead, Frank Darabont.

5 – Lucille

5

Quando Negan fez sua aparição em Walking Dead, os espectadores também conheceram Lucille, seu bastão de baseball de estimação. Antes mesmo do vilão ser visto pela primeira vez, no fim da sexta temporada, Lucille já podia ser vista na série. Num momento em que Beth se depara com alguns mortos, o bastão está ali, jogando entre os corpos, muito antes de todos saberem o terror que ele seria capaz de provocar.

6 – Morgan

6

Se você voltar para rever alguns episódios de Walking Dead, vai perceber que a série apresentou várias pistas de revelações que só daria no futuro. Antes mesmo do retorno de Morgan para o grupo de sobreviventes, Rick passa por uma rua, em Alexandria, com o nome do personagem escrito numa placa, indicando o que estaria por vir. Em outra ocasião, na quarta temporada, Daryl carrega Beth da mesma forma em que repete o movimento uma temporada mais tarde, durante sua morte.

7 – Trechos bíblicos

7

A igreja de Gabriel serve como uma espécie de santuário para os sobreviventes durante boa parte da quinta temporada. Na parede da igreja, é possível ler a um versículo que se encaixa completamente na temática da série: aquele que come minha carne e bebe meu sangue terá vida eterna. Além dessa referência, existem vários outros versículos apresentados numa placa, todos combinando com o apocalipse zumbi: Romanos 6, 4 (De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.); Ezequiel 37, 7 (Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito.); Mateus 27, 52 (E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados); Apocalipse 9, 6 (E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles); e Lucas 24, 5 (E, estando elas muito atemorizadas, e abaixando o rosto para o chão, eles lhes disseram: Por que buscais o vivente entre os mortos?).

8 – Cigarros

8

Pode parecer que a marca de cigarros vista frequentemente em Walking Dead apenas carrega um nome aleatório criado pelos produtores, mas não é bem assim. Morley é uma marca ficcional que apareceu pela primeira vez na série Arquivo X.

Já tinha percebido algum desses segredos escondidos em Walking Dead? De qual deles você mais gostou? Responda nos comentários.

7 técnicas de tortura mais brutais da história

Matéria anterior

É possível ficar grávida quando se já está grávida?

Próxima matéria

Você também pode gostar

Comentários

Comentários não são permitidos