• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

A camisinha realmente impede que você contraia AIDS?

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      17/02/15 às 14h10

A camisinha é o método mais eficaz para se prevenir contra muitas doenças sexualmente transmissíveis, como a aids, alguns tipos de hepatites e a sífilis, por exemplo. Além disso, evita uma gravidez não planejada.

A camisinha, como já dito aqui na Fatos Desconhecidos, é uma invenção bem antiga. Ela foi criada para proteção contra as chamadas "doenças venéreas". Muitas pessoas ainda tem dúvidas se esse método contraceptivo realmente protege uma pessoa de contrair doenças como a aids.

Existem muitos boatos falsos divulgados na internet de que um suposto estudo norte-americano "provou" que os preservativos possuem poros que deixam passar o vírus da AIDS. A notícia apareceu em diversos sites e blogs afirmando que a camisinha é ineficiente para evitar o contágio do vírus da AIDS. Segundo a notícia falsa, o látex possui microporos que deixariam "vazar" o vírus HIV entre os parceiros.

Conheça agora a verdade sobre esse a camisinha.

A camisinha é impermeável

1

Muitas pessoas acham que a camisinha não é 100% impermeável. Pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos esticaram e ampliaram 2 mil vezes o látex do preservativo masculino (utilizando-se de microscópio eletrônico) e não foi encontrado nenhum poro. Em outro estudo, foram examinadas as 40 marcas de camisinha mais utilizadas em todo o mundo. A borracha foi ampliada 30 mil vezes (nível de ampliação que possibilita a visão do HIV) e nenhum exemplar apresentou poros.

Em 1992, cientistas usaram microesferas semelhantes ao HIV em concentração 100 vezes maior que a quantidade encontrada no sêmen. Os resultados demonstraram que, mesmo nos casos em que a resistência dos preservativos mostrou-se menor, os vazamentos foram inferiores a 0,01% do volume total. Ou seja, mesmo nas piores condições, os preservativos oferecem 10 mil vezes mais proteção contra o vírus da aids do que a sua não utilização.

Prevenção

4

Evitar a doença não é difícil. Basta usar camisinha nas relações sexuais e não compartilhar seringa, agulha e outro objeto cortante com outras pessoas. O preservativo está disponível na rede pública de saúde do Brasil.

Histórico

3

Acredita-se que os vírus HIV tenham se originado em primatas no centro-oeste africano e foram transferidos para os seres humanos no início do século XX. O HIV parece ter se originado no sul de Camarões através da evolução do vírus da imunodeficiência símia (SIV), que infecta os chimpanzés selvagens.

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+