Ciência e Tecnologia

A Terra gira no sentido horário ou anti-horário?

0

Conforme aprendemos no ensino fundamental, a Terra está em constante rotação. É isso que gera as nossas noites e nossos dias, fundamentais nos planejamentos das rotinas humanas. Sendo assim, você sabe em qual sentido o planeta azul gira?

Sem muita enrolação, a ciência considera que a Terra rotaciona no sentido anti-horário. Essa palavra “considera” entra na frase pelo fato de não existir uma única resposta correta. Afinal, caso você estivesse flutuando no espaço sideral e olhasse para o planeta com o Polo Sul em primeiro plano, sua impressão seria diferente. Neste caso, você voltaria para o solo dizendo que a Terra gira no sentido horário.

Fonte: Pixabay

De onde vem essa rotação?

Basicamente, os giros diários que a Terra dá em volta de si mesma definem onde está dia e onde está noite. Enquanto rotaciona de oeste para leste, o planeta vai colocando a luz do Sol em diferentes locais do mundo.

Ou seja, quem está no Rio de Janeiro tende a ver o amanhecer antes da população do Acre. A propósito, é por essa razão que existem os fuso-horários, já que seria desproporcional a população acreana vendo o Sol nascer às 8 horas da manhã no horário de Brasília. Logo, essa adaptação serve para que as pessoas do Acre consigam se organizar em compasso com o período diário em que o Sol ilumina o estado.

Se um dia a Terra mudasse seu sentido de rotação, imediatamente, o oeste seria o local em que a estrela solar nasceria, enquanto que o leste abrigaria seu “descanso”.

Nesse sentido, o que definiu o giro do planeta na disposição horária? Por que ele não muda? As respostas dessas perguntas não são muito claras e encontram hipóteses lá na formação do nosso gigantesco sistema solar.

Fonte: Brasil Escola

Durante esse processo, uma estrela explodiu, deixando no espaço uma grande quantidade de pós e gases. Como resultado disso, toda essa matéria se reagrupou na forma de uma grande estrela com o planeta girando em volta dela. Sendo assim, o sentido adotado até hoje depende de uma série de fatores, como as turbulências das colisões e os campos magnéticos em formação.

Portanto, após muitos choques em várias direções, o último deles criou esse movimento de giro da Terra para o sentido anti-horário. A propósito, todos os planetas seguem essa mesma disposição, com exceção de Vênus e Urano. Nestes casos, a ciência acredita que alguma colisão direta com esses corpos espaciais mudou o sentido de giro deles.

E se a Terra parar de girar?

Deus me livre e guarde se isso um dia acontecer… mas vale o devaneio sobre essa possibilidade. A princípio, essa freada repentina, por si só, geraria efeitos catastróficos no ar, no mar e na terra.

Isso porque a atmosfera não iria frear junto com o planeta. Ou seja, uma enorme quantidade de partículas gasosas continuaram sua trajetória de giro como se nada tivesse ocorrido. Com isso, a população teria que lidar com ventos jamais vistos em toda a história da Terra.

Fonte: Pixabay

Além disso, os mares perderiam o motor que faz com que a água se espalhe por todo o globo. Sendo assim, sem a rotação, todo esse volume hídrico iria se acumular nos polos. Basicamente, o que era mar iria virar deserto, enquanto que países perto dos polos virariam terras submersas pelo enorme volume de água.

As placas tectônicas também nos trariam enormes problemas. Afinal, neste momento, elas estão boiando no magma, guardando uma certa distância umas das outras. Caso a Terra freie, essas enormes placas vão se colidir com uma força absurda. Haja escala richter para registrar os níveis dos terremotos que vão surgir desse desastre.

Por fim, a divisão entre o dia e a noite perderia totalmente a lógica que possui hoje. Dessa forma, metade do planeta ficaria no escuro e a outra metade ficaria exposta à luz do sol. A cada seis meses, essa ordem se inverteria, no entanto, a nova realidade não seria o suficiente para corrigir os estragos da antiga, seja a de uma escuridão sem condições de produzir alimentos, seja a de um calor sem tréguas.

Fonte: Mental Floss; Brasil Escola.

Colírio que corrige visão pode dispensar uso de óculos

Matéria anterior

Nada apaga o fogo da Carolina Reaper, a pimenta mais ardida do mundo!

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos