Afinal, onde ficam as sementes da banana?

POR Thamyris Fernandes    EM Ciência e Tecnologia      19/11/14 às 18h44

Docinha e muito popular do Brasil (e quem sabe no mundo também), é muito difícil de encontrar por aí quem não aprecie essa fruta. Acontece, no entanto, que as bananas são um mistério para a cabeça de muita gente, especialmente quando o assunto são suas sementes. Isso porque, ao contrário da maioria das frutas, a grande parte das bananas do mundo, simplesmente, não possuem sementes!

Ficou chocado com essa informação, não é mesmo? Agora você deve estar pensando: então o que é, afinal, aqueles pontinhos pretos e minúsculos que existem no interior da fruta?

5

Bom, quem entende do assunto explica que os tais pontinhos escuros são, na verdade, óvulos não fecundados da flor da bananeira. Aliás, grande parte das bananeiras pelo mundo se "reproduzem" por meio do que os especialistas chamam de propagação vegetativa, processo pelo qual o broto das novas plantas surgem a partir de outra. No caso da bananeira, por exemplo, as demais gerações da planta surgem de uma estrutura chamada rizoma, que fica na base da bananeira, que também dá origem às raízes e ao caule.

4

Mas, como a natureza é temperamental e bastante caprichosa, existe por aí um tipo de banana que realmente conta com sementes... relativamente grandes para a fruta, inclusive. Essa característica, aliás, é um privilégio das espécies selvagens, que podem ser encontradas com maior facilidade na região litorânea da Mata Atlântica. Isso, claro, no caso do Brasil.

2

Embora esse não seja o tipo mais apreciado da fruta, os especialistas alertam que é preciso pensar em uma forma de tornar as espécies sem semente da banana mais resistentes com relação à sua reprodução. Isso porque, ao crescerem a partir do broto de uma planta-mão, as novas bananas carregam as mesmas informações genéticas da planta anterior, inclusive as mesmas vulnerabilidades com relação a pragas e doenças.

Dessa forma, como a maioria das enfermidades que atingem as bananeiras é causada por micro-organismos resistentes aos pesticidas usados hoje em dia, cientistas estão tentando cruzar diferentes espécies da planta para tentar criar variedades novas e imunes aos fungos que ameaçam as bananeiras. Isso é preciso, aliás, para evitar que a fruta desapareça de vez do mundo!  O problema é tão sério que a produtividade da fruta já começou a reduzir na Ásia, na África, na América Central e no norte do Brasil.

gif

Doido não? Vamos torcer para que tudo dê certo e para que a gente ainda tenha bananas sem sementes por muitos anos ainda. Mas, enquanto isso, você pode continuar sua visita ao nosso site e ler também: 10 alimentos que estão desaparecendo do planeta.

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+