YouTube

Apocalipse nuclear: será possível?

0

Desde que a Segunda Guerra Mundial acabou a humanidade não é mais a mesma, tanto que, depois desse fim, um medo se tornou uma preocupação da humanidade: o apocalipse nuclear.

A principal arma que representa a possibilidade desse apocalipse nuclear é a bomba atômica. Ela é um tipo de arma utilizada em guerras que pode alcançar explosões enormes usando pouca matéria. Provavelmente, essa é uma das piores armas de destruição em massa.

Nas duas vezes em que se usou a bomba atômica, em Hiroshima e Nagasaki, no Japão, estima-se que 166 mil e 80 mil pessoas morreram, respectivamente. Essa foi a primeira vez que o ser humano teve contato com armas nucleares. Até então, ninguém tinha noção do tamanho do poder de destruição que esse tipo de arma tinha.

Sabendo da quantidade de países que possuem esse tipo de armamento e da ambição cada vez mais crescente de governantes, o mundo atualmente vive apreensivo com um possível apocalipse nuclear, em que toda a humanidade seria atingida por desastres irreparáveis que podem durar anos e até mesmo décadas.

Entre as consequências desse desastre está a baixa temperatura, a falta de alimentos e também uma chuva escura e tóxica que pode matar milhares de pessoas.

O mais aterrorizante é que os líderes mundiais, ou pelo menos alguns deles, parecem não se importar com as possíveis consequências de um apocalipse nuclear. Isso poderia ser bem maior do que todos imaginamos, visto que as armas nucleares atuais não só existem em grandes quantidades, como foram aperfeiçoadas ao longo do tempo.

Será que realmente um apocalipse nuclear seria possível? E pior, estaria se aproximando? Sabemos que você é extremamente curioso, assim como nós, e por isso quer sempre saber mais sobre determinado assunto. Se você se interessou e quer saber mais, veja esse vídeo que fizemos no nosso canal do Youtube a respeito disso.

Como funciona a remoção de uma tatuagem?

Previous article

Saiba como funciona o pagamento por aproximação

Next article

Comments

Comments are closed.