Curiosidades

Arqueólogo comprova Bíblia ao achar local onde anjo matou soldados

0

O arqueólogo Stephen Compton fez uma descoberta incrível ao encontrar um lugar da Bíblia na vida real. Ele usou mapas antigos e uma inscrição encontrada em uma parede de pedra.

A pesquisa foi publicada na revista Near Eastern Archaeology e revelou fundações militares que datam de 700 a.C. relacionadas ao cerco de Jerusalém pelo rei Senaqueribe.

Esta descoberta baseia-se numa referência bíblica a 2 Reis 19:35, em que um anjo matou 185.000 soldados assírios para salvar Jerusalém.

Compton encontrou uma escultura no palácio de Senaqueribe representando a derrota de Laquis. A comparação dessas gravações com a paisagem real permitiu a identificação do acampamento.

Os acampamentos encontrados por Compton, incluindo as ruínas de Armory Hill, eram circulares, uma característica comum dos acampamentos assírios e tinham semelhanças com os acampamentos de Laquis.

Estas descobertas não só confirmam passagens bíblicas, mas também fornecem novas formas para outros arqueólogos verem evidências históricas de textos antigos.

Via Pexels

Técnicas de Compton

A técnica de Compton, baseada na análise detalhada de pinturas e paisagens, pode ser usada para localizar outros acampamentos e cidades mencionados na Bíblia. Esta abordagem poderia abrir caminho para novas descobertas no campo da arqueologia bíblica.

O Império Assírio, famoso pelo seu desejo de controlar as rotas através do deserto sírio até ao Mediterrâneo, incentivou o crescimento de outros grandes impérios, como a Pérsia, a Grécia e Roma.

Ammunition Hill, um local recentemente descoberto, tem uma história rica e tumultuada. Os britânicos construíram um depósito de munições na década de 1930 e em 1948 a área era controlada pela Legião Árabe Jordaniana.

Durante a Guerra dos Seis Dias de 1967, a colina foi um importante campo de batalha. Hoje, o lugar da Bíblia funciona como memorial e museu.

Lugar na Bíblia não é exclusivo

Apesar dessa descoberta do lugar da Bíblia parecer surpreendente, muitos lugares que existem na vida real e mencionados no livro sagrado são identificáveis hoje.

Temos, por exemplo, Jerusalém, uma cidade sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos, que aparece inúmeras vezes na Bíblia. É o local do Templo de Salomão e do Segundo Templo, bem como da crucificação e ressurreição de Jesus.

Além disso, Belém, a cidade onde, segundo o Novo Testamento, Jesus nasceu, também é real. Inclusive ela aparece no Antigo Testamento como a cidade de Davi.

Via Pexels

Nazaré é uma pequena cidade na Galileia, onde Jesus passou sua infância e juventude, e existe na vida real.

Enquanto isso, também existem locais mais pontuais, como o Mar Morto, o lago salgado mencionado na Bíblia como o lugar onde ficavam as cidades de Sodoma e Gomorra.

O mesmo acontece no Rio Jordão, um rio importante na Bíblia, onde João Batista batizou Jesus.

Cafarnaum, uma cidade na margem do Mar da Galileia, foi onde Jesus realizou muitos de seus milagres e ensinamentos. Essa cidade existe até os dias atuais.

Também temos Damasco, uma das cidades mais antigas do mundo continuamente habitadas mencionada na Bíblia, particularmente no Novo Testamento, como o lugar onde Paulo teve sua conversão.

Isso prova?

Por outro lado, algumas pessoas podem acreditar que ter um lugar na Bíblia que existe de verdade não prova nada. Ou seja, não assegura a existência das figuras religiosas, nem da história.

Enquanto isso, para os fiéis, são pontos de peregrinação, exaltação e reza, por simbolizarem eventos fundamentais nos pilares da religião.

Claro, cidades como Jerusalém parecem mais factuais, pela construção, existência antiga e comprovada pelos arqueólogos. No entanto, lugares como o palácio de Senaqueribe, da última descoberta, parecem concretizar ainda mais as escrituras.

Afinal, utilizou um mapa e apresenta itens que confirmam os trechos históricos. Mesmo assim, fica a critério dos fiéis determinar se esse e outros locais são, de fato, provas da Bíblia.

 

Fonte: IG

Imagens: PexelsPexels

Filme de suspense com quase 100% de aprovação não vai te deixar piscar por nem 1 minuto

Artigo anterior

Presença de vida poderia explicar estranho escurecimento de estrela

Próximo artigo