Compartilhando coisa boa

Cabeleireiro atende pessoas em situação de rua

0

A vida de uma pessoa pode ser transformada com um gesto que para a maioria das pessoas pode ser uma coisa simples, como por exemplo, um corte de cabelo. Quem viu isso na prática foi o cabeleireiro Leandro Matias, de 37 anos. Ele ajudou o morador em situação de rua Bruno Henrique Cassimiro Ramos e viu o quanto seu trabalho poderia ajudar mais pessoas.

Pode parecer um ato simples, mas o que o cabeleireiro faz por essas pessoas dá a elas o pontapé inicial para uma virada de vida. Com as transformações feitas por Leandro, esses moradores em situação de rua se sentem mais confiantes para buscarem melhorar suas vidas.

O cabeleireiro leva a pessoa em situação de rua para o seu salão, em Votorantim, interior de São Paulo, em dias específicos. Nesses dias, o salão não abre para o público geral para que toda a atenção do cabeleireiro e da sua equipe fique na pessoa que será transformada.

Transformações

G1

Até o momento, mais de 20 pessoas já passaram pelo salão. Além da transformação, essas pessoas ganham refeições e roupas novas. De acordo com o cabeleireiro, a reação das pessoas depois da transformação é impressionante. “É um misto de emoções com muito choro e riso”, disse ele.

“Não sei explicar como ocorre a escolha dessas pessoas. É muito aleatório. Eu passo, vejo e me dá aquela coisa no coração para ajudar. Começou com uma senhora. Bati os olhos nela e alguma coisa me impulsionou. Me aproximei e perguntei: ‘a senhora acredita em Deus?’. Ela falou que sim. E eu disse: ‘pois Ele mandou um presente para a senhora’. E assim fiz a primeira transformação”, lembrou.

Desde os 14 anos Leandro é cabeleireiro e com muito trabalho e persistência conseguiu montar seu próprio salão. Ele diz que o que faz agora é apenas uma maneira de ele retribuir tudo o que a vida lhe deu.

“Meu salão é simples, mas tenho bastante trabalho. Não tenho ajuda de ninguém. Sou eu e meus funcionários no dia a dia e nesse propósito de ajudar as pessoas”, ressaltou.

Mudança de vida

UOL

Com relação às transformações, Leandro diz que elas realmente mexem com as pessoas em situação de rua. Ele lembra que várias das pessoas que passaram pelo seu salão mudaram a vida depois da “injeção” de autoestima que receberam. Um deles até virou funcionário do salão.

“Tirei um rapaz da rua. Ele era usuário de crack. Fizemos a transformação, demos apoio. Consegui que ele fosse para uma clínica de desintoxicação. Hoje, tem família, uma casa e trabalha comigo”, contou.

Esse caso que o cabeleireiro contou é o de José Gabriel Moreira. Segundo José, ele tem Leandro como um pai e o agradece diariamente por ter lhe dado uma oportunidade.

“Antes de ele me ajudar, eu estava passando muita necessidade. Foi uma época horrível. Me envolvi com o tráfico. Estava bem perdido quando ele me encontrou”, contou José.

O atual funcionário de Leandro lembra que quando recebeu sua transformação ele teve o cabelo cortado, ganhou roupas, tênis e alimentação. Além disso, o cabeleireiro passou a incentivá-lo e, de acordo com o próprio José, o esforço valeu a pena.

“Me sinto muito abençoado. Estou conquistando tudo que eu quero de forma honesta com esse anjo que me ajudou. Hoje, me sinto um privilegiado”, pontuou ele.

Solidariedade

cabeleireiro

G1

Para Leandro é possível sim mudar o mundo através de gestos simples e que mostrem respeito pelo próximo. Na visão dele, o mundo precisa de pessoas que olhem mais para as outras com empatia, e que desse olhar surja uma ação de solidariedade.

“É muito doido, não é? Você entrar na vida da pessoa e fazer o dia dela diferente. Estou usando o dom que Deus me deu para fazer o bem. É obrigação do ser humano fazer o bem. Sempre digo para minha família e meus ajudantes: se eu tenho um pão e você não tem nada, a gente tem meio pão cada um. A obrigação da gente é ajudar o próximo. O mundo está um caos. A gente precisa se amar mais, se respeitar mais. É ver que as pessoas têm fome, têm sede. E temos que repartir”, conclui.

Fonte: UOL

Imagens: UOL, G1

Espanha pode aprovar licença menstrual de 3 dias

Matéria anterior

Funcionária apresenta atestado médico para faltar ao trabalho, publica fotos em evento e é demitida

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications