Notícias

Cachorro desaparecido é flagrado atravessando mar a nado, em São Paulo

0

Um caso inusitado (e com final feliz) ocorreu recentemente em São Paulo. Um cachorro que estava desaparecido em Guarujá, no litoral do estado, foi flagrado atravessando a nado o canal que separa a cidade do município vizinho, Santos. O cão, chamado de Boris, foi visto e resgatado do mar por trabalhadores que estavam em um barco.

Ao G1, o auxiliar operacional Junior Souza, de 28 anos, relatou que avistou o cão nadando entre as cidades, aparentemente perdido, no dia 21 de fevereiro. Preocupado, ele decidiu chamar o animal para o barco, com medo de que ele ficasse exausto e se afogasse.

Redes Sociais

De acordo com Junior, o pet nadava em círculos. Como o cachorro parecia ter dono, já que estava bem cuidado, o rapaz e seus colegas de trabalho decidiram manter o animal alimentado e cuidado até que encontrassem os tutores.

Essa missão, no entanto, não seria fácil, considerando que não era possível saber de qual cidade o cachorro saiu. Mesmo assim, o auxiliar operacional não desistiu de devolver Boris aos tutores e se empenhou nessa tarefa.

A busca por Boris

A dona do animal, Luci Mara Belmiro, de 31 anos, procurava pelo animalzinho desde que ele havia desaparecido. Ao G1, a mulher afirmou que Boris ficou sumido por três dias. Ele se perdeu quando caminhava com a dona em direção a um bairro vizinho, em Guarujá.

De acordo com Luci, o cão a seguia, até que um grupo de cachorros o distraiu, e ele desviou do caminho. Ela conta que ele costumava sair e voltar, mas, daquela vez, ele não retornou. Após procurar pelo cachorro nas redondezas por horas, Luci pediu que sua sobrinha publicasse um pedido de ajuda nas redes sociais. 

Arquivo Pessoal

A publicação rapidamente se espalhou entre moradores da região, que ficaram alertas. Junior, que já estava há dois dias com o animal e ainda não havia tido nenhuma notícias sobre os tutores do cão, também decidiu publicar nas redes sociais imagens do animal resgatado. 

Em poucas horas, internautas relacionaram as duas publicações. Assim, Boris reencontrou a família na noite do dia 23. Luci Mara ficou muito feliz, ainda mais pelo fato de possuir um outro cachorro, o Neguinho, que sofreu muito com a ausência do colega.

“Foram dias de muita apreensão”, completou Luci. Boris tem três anos e foi adotado ainda bebê. Neguinho é mais velho e já completou oito anos de idade. Como os dois são inseparáveis desde que Boris entrou para a família, Neguinho permaneceu triste durante os três dias que o parceiro esteve perdido.

Fonte: G1

Um acidente como o de Chernobyl pode ocorrer de novo?

Artigo anterior

Caso Isabella Nardoni: como estão os acusados 14 anos depois

Próximo artigo