Curiosidades

Cadela salva dona de ataque de leão da montanha

0

A relação e lealdade vista entre um animal de estimação e seu dono sempre impressiona, até mesmo nos piores momentos. Como exemplo, vemos essa mulher que afirmou ter sido salva de um leão da montanha por sua própria cadela de apenas dois anos.

O caso aconteceu no norte da Califórnia, nos Estados Unidos, enquanto Erin Wilson e sua cadela estavam fazendo uma caminhada no dia 16 de maio. Contudo, o caso foi divulgado somente agora, depois de a mulher ter criado uma vaquinha online para conseguir fundo para tratar a saúde de sua cadela.

“Estava descendo a ladeira e minha cadela correu na minha frente. E eu me viro e há esse ‘gato’ rosnando para mim e ele chega e me ataca. Eu gritei ‘Eva!’ e ela veio correndo. E ela bateu naquele felino com muita força”, contou Erin.

A cadela de Erin é da raça Malinois belga. Essa é uma raça bastante inteligente e ágil, tanto que é criada para autodefesa e, geralmente, usada como cães policiais. Por isso que se eles não têm espaço para passearem, eles acabam enlouquecendo.

Para Erin, a raça da sua cadela é como se fosse “um pastor alemão em esteroides ou crack ou cocaína. Eles são apenas cães motivados, um pouco loucos. Se eles não tiverem algo para fazer, eles destruirão seu ambiente”,

Salvamento

Daily Mail

Felizmente, no momento do ataque os instintos caninos de Eva estavam em ação. De acordo com a dona, o leão da montanha e sua cadela entraram em uma luta. Nela, o leão da montanha mordeu a cabeça de Eva e se recusou a soltar até que Erin e uma outra mulher, que também estava caminhando na área, intervissem na briga.

Nesse momento, as duas mulheres começaram a lutar com o felino com uma barra de metal e um spray de pimenta pra tentar afugentá-lo. Quando isso aconteceu, o leão da montanha correu para dentro de uns arbustos próximos e finalmente soltou a cabeça da cadela de Erin.

Com a cadela desvencilhada do felino, Erin a levou até uma clínica veterinária. Lá, ela descobriu que Eva tinha sofrido duas fraturas no crânio. Por conta disso, ela ficou na clínica para ser tratada e demorou algum tempo para voltar a comer.

Cadela

Felizmente, a cadela já está em casa novamente. Contudo, Erin disse que ficou sobrecarregada por conta das despesas que teve com os médicos veterinários. Por conta disso que ela resolveu contar a história e pedir ajuda das pessoas para que ela consiga cobrir os custos, que somam aproximadamente 32 mil dólares, o equivalente a 155 mil reais.

“Minha cadela é a minha heroína e devo minha vida a ela”, defendeu.

No último post feito no perfil do Instagram de Eva, Erin atualizou os seguidores do estado da cadela dizendo que ela está “indo bem”. “Ela está descansando muito, tem um grande apetite e está voltando ao seu antigo eu”, escreveu.

Ataque

SF Gate

Segundo o capitão Patrick Foy, guarda florestal do Departamento de Pesca e Vida Selvagem da Califórnia, que está investigando o incidente, esses ataques de leão da montanha a pessoas são bem incomuns porque os animais, normalmente, são muito tímidos.

“A maior parte da Califórnia é habitat de leões da montanha. Mas é muito, muito incomum que isso aconteça. Eu vi apenas um punhado ao longo dos anos, ao longo da minha carreira de 25 anos. Não recomendamos que as pessoas mudem seus planos de sair e recriar na natureza”, disse ele.

No caso do ataque à cadela, Foy explicou o motivo de o leão da montanha ter ido abocanhar a cabeça de Eva. “Se você observar bem de perto a anatomia do crânio de um leão, verá que ele está incrivelmente bem adaptado para criar um poder de esmagamento significativo. É assim que eles matam suas presas. Eles normalmente agarravam a cabeça ou o pescoço e simplesmente esmagavam a presa até a morte. Isso, infelizmente, era o que estava acontecendo com a pobre cadela Eva”, concluiu ele.

Fonte: NPR

Imagens: Instagram, Daily Mail, SF Gate

Filho de Ivete Sangalo tenta vender PlayStation para comprar prancha

Matéria anterior

Mulher casada com boneco ”dá à luz” bonequinho de pano

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos