Entretenimento

Casal compartilha na internet coleção de carros em miniaturas

0

Murilo Pires de Farias, de 34 anos, e Aline Braine, de 31, moradores de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, colecionam mais de 2 mil carros em miniaturas. Para compartilhar a coleção com outros apaixonados pelo universo automobilístico, eles criaram uma página sobre o assunto nas redes sociais.

Em 12 de julho, o casal publicou no Instagram um vídeo de um dos filhos pegando um dos carrinhos “escondido”, acreditando que o pai não sentiria falta do modelo na estante. No entanto, logo o pai aparece flagrando a ação.

O que era só para ser mais um vídeo das brincadeiras deles, viralizou. A publicação já conta com mais de 20 milhões de visualizações e 1 milhão de curtidas.

Atualmente, o casal possui mais de 90 mil seguidores no Instagram. Murilo afirma que é uma alegria conseguir entreter as pessoas com o hobby do casal.

A maior parte da coleção deles é de miniaturas da Hot Wheels, na escala 1:64. No entanto, eles também possuem carrinhos maiores e de outras marcas.


“Engana-se quem pensa que ficamos ‘só no luxo’. Temos Chevette, Gol, Fusca, Kombi, enfim. Nós gostamos de carro, da beleza de cada modelo. Tem uns grandinhos que são bem lindos e diferentes. Para guardar e conseguir manter tudo, fizemos um móvel na parede da sala. A galera pira, principalmente os pais dos amigos dos nossos filhos”, disse Murilo ao G1.

Casal colecionador

Foto: Reprodução/ Instagram/ Casal Coleção

Murilo começou a coleção de carrinhos há sete anos. De acordo com ele, quando alcançou 100 miniaturas, parou. No entanto, isso mudou ao conhecer Aline e descobrir que ela também era apaixonada pelo automobilismo.

“Quando conheci a minha esposa, resolvi presentear ela com um carrinho, que é o do ‘Meu Malvado Favorito’, uma nave toda cheia de esquema. E aí ela gostou muito do carrinho. Depois, ela foi pesquisar e descobriu que tinham encontros com o tema em Curitiba. A gente começou a ir nesses encontros, comprar em quantidade para aumentar a coleção. Começamos a gostar disso de verdade e, de repente, começamos a revender. A gente comprava, tirava o que a gente gostava mais e revendia o restante”, disse o colecionador.

Murilo também informou que a coleção é um hobby e o dinheiro da revenda dos carros é usado para comprar novos exemplares.

Murilo é funcionário público e Aline é professora de música e artes. O casal disse que até o momento já gastou cerca de R$ 15 mil na coleção. De acordo com eles, o gasto compensa e não há dinheiro que pague a felicidade de ter os carrinhos.

“Gastamos R$ 15 mil, por aí, mas a coleção vale muito mais, tem miniatura que é mais rara, então não tem preço para nós. Não é a quantidade de carrinhos que vale, é a qualidade e o valor que cada carrinho tem.”

Sucesso

Foto: Reprodução/ Instagram/ Casal Coleção

A ideia da página nas redes sociais surgiu depois do casal perceber a reação dos amigos e familiares, até mesmo os que não gostam de carros, com a coleção. Após notar a curiosidade e encanto deles, Aline criou o perfil “Casal Coleção” para compartilhar o amor por veículos e também ajudar na revenda das miniaturas.

“A gente começou a publicar durante a pandemia, tínhamos 100, 200 seguidores. Começamos a fazer reels, a Aline é boa nesse negócio de edição de vídeos, e aí foi dando uma bombada”.

“Teve um reels que teve 2 milhões de visualizações. E nesse reels a gente teve uma subida muito grande, sabe? A gente estava com 5 mil seguidores e, de repente, estávamos com 10 mil”, diz ele.

Antes da viralização recente, o casal afirmou que cada reels atingia no máximo 15 mil visualizações.

“Até que chegou esse vídeo do nosso filho e, tranquilo, para a gente era mais um reels postado lá. E como não entendemos o que são os algoritmos, como funcionam, só postamos e fomos dormir. Quando a gente acordou, estava com 100 mil visualizações. Fomos trabalhar e, quando voltamos, estava com 200 mil. Passaram dois dias e bateu 1 milhão, daí não parou mais de subir”, disse.

Coleção de carros e filhos

Foto: Arquivo pessoal/ Murilo Pires de Farias/ G1

Aline e Murilo têm dois filhos, o Kalebe, de 9 anos, e o Heitor, de 8. Murilo conta que alguns seguidores não entendem a ironia presente nos vídeos e afirmam que o casal impede os filhos de mexer nas miniaturas dos carros.

“Ao contrário do que muitos pensam, eles são os que menos mexem na coleção. E não porque não podem, é porque está tão disponível ali, que já nem tem tanta graça. Eles cresceram vendo a gente chegar com caixas de carrinhos.”

De acordo com o pai, os dois filhos possuem uma estante de miniaturas só para eles. No entanto, eles não brincam com os carros.

“Os amigos deles que mexem nos carrinhos, porque é novidade. Os da nossa estante maior, eles também pedem para ver, mas sabem que não são para brincar, jogar no chão, bater na parede. Esses exigem um cuidado maior. Nunca tivemos problema com isso.”

Controle da coleção de carros

Foto: Arquivo pessoal/ Murilo Pires de Farias/ G1

O casal fotografa as miniaturas para organizar a coleção e evitar comprar carros repetidos.

“A gente guarda as fotos no nosso celular. Antes, a gente não guardava. Chegou um momento que, enquanto estávamos fazendo o móvel da sala, a gente estava guardando em caixas para depois colocar na parede. E chegou uma época que a gente tinha três repetidos, três iguais. Para não acontecer isso passamos a registrar cada um”.

De acordo com Murilo, a medida ainda ajuda na segurança, já que caso algum carro suma, pelas fotografias é possível descobrir qual miniatura foi.

Fonte: G1

Leite em pó doado pela Prefeitura de SP a alunos em situação de vulnerabilidade é vendido em grupos no Facebook

Matéria anterior

E se trabalhássemos para sempre em home office?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos