• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Cientistas descobriram fonte de eletricidade dentro da sua barriga

POR Toni Nascimento    EM Ciência e Tecnologia      20/09/18 às 19h37

Pergunta rápida: o que tem dentro da sua barriga? Muitas coisas devem ter passado pela sua cabeça nesse momento. Eu chutaria que você deve ter pensado no intestino, comida e até algumas gordurinhas localizadas. Mas eu tenho certeza que nunca passou pela sua cabeça eletricidade. Sim, meus queridos leitores, alguns cientistas descobriram que existe um gerador de eletricidade dentro das nossas barrigas. Um novo estudo aponta que algumas bactérias, as Enterococcus faecalis, encontradas em nosso intestino, são capazes de ser grandes produtores de eletricidade.

A bactéria

As bactérias lácticas são encontradas profundamente em nosso intestino. Elas são encontradas nos seres humanos e em muitos outros animais na natureza. A nossa bactéria em questão, para ser mais exato, é a Enterococcus faecalis, e pode causar doenças como meningite, infecções urinárias e vários outros problemas de saúde. O resultado do novo estudo da Universidade de Lund, na Suécia, mostra que esses organismos unicelulares são capazes de gerar eletricidade todas as vezes que quebra o açúcar no nosso organismo, uma das partes dos processos metabólicos.

"Bactérias lácticas e muitas outras bactérias provavelmente são capazes de realizar eletroquímica", diz o microbiologista Lars Hederstedt, um dos integrantes da equipe. Anteriormente, já sabíamos que existia geração de eletricidade em algumas bactérias, inclusive as próprias bactérias lácticas. Porém, ainda não sabíamos que esse processo poderia acontecer - em tempo real - dentro de nossas barrigas.

Frutos do estudo

Parte do estudo também afirma que essas bactérias cooperam com outros microrganismos na natureza, combinando forças metabólicas com outras bactérias e alguns fungos para compensar lacunas em suas próprias capacidades. Esse processo é chamado Synthrophy. "Synthrophy fornece uma capacidade metabólica que as células não têm por conta própria. Por exemplo: um determinado composto químico pode ser efetivamente decomposto na natureza apenas quando dois tipos diferentes de bactérias ocorrem juntas, mas não individualmente", afirma Hederstedt.

O estudo não é pura curiosidade, uma vez que ele pode gerar muitos frutos positivos no campo da saúde. Esse estudo pode encontrar cura e/ou tratamento para algumas infecções causadas por bactérias que podem ser difíceis de tratar com os antibióticos atuais, e também pode ser útil para lidar com certos tipos de câncer de cólon.

E aí, o que você achou dessa notícia? Gosta de ler sobre ciência aqui na Fatos? Então não deixa de comentar aqui com a gente e compartilhar essa matéria nas suas redes sociais. E para você que está sempre de olho nas novas descobertas dos cientistas pelo mundo, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   LU     SA  
Imagens K
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+