Curiosidades

Colombiano retira peixe de 18 centímetros da garganta

0

Recentemente, um colombiano de 24 anos, que atualmente reside no município de Pivijay, quase morreu sufocado depois que um pequeno peixe se alojou em sua garganta. Até o momento, a mídia do país não revelou o nome do jovem. Sabe-se apenas que o colombiano estava na companhia dos familiares quando tudo aconteceu.

O incidente ocorreu em meio a uma pescaria. De acordo com o portal de notícias Odditycentral, o indivíduo havia acabado de remover um peixe do anzol quando percebeu que outra de suas iscas, que estava em uma distinta vara de pesca, tinha sido fisgada. Não querendo perder o outro peixe, o colombiano colocou na boca o que havia capturado anteriormente e correu até o encontro da outra vara de pescar. Foi, nesse ínterim, que o peixe que estava em sua boca acabou se alojando em sua garganta.

O peixe

Segundo os meios de comunicação que realizaram a cobertura do caso, o jovem não mordeu o peixe com força suficiente e, por esse motivo, a criatura, por ser escorregadia, conseguiu se livrar e deslizar até o interior da garganta do colombiano, onde ficou presa. Felizmente, o peixe que o indivíduo engoliu pertence à família mojarra. Por serem conhecidos pelo comprimento de seus corpos, o animal não prejudicou completamente o fluxo de ar.

Conforme as publicações que foram disponibilizadas pela mídia colombiana, o indivíduo caminhou sozinho até o Hospital Santander Herrera, mas como mal conseguia respirar e não estava acompanhado, não pôde contar aos médicos o que realmente havia acontecido. O jovem apenas sinalizava para sua garganta. Os médicos descobriram que o peixe estava obstruindo a garganta do colombiano, após realizarem um raio-X.

O peixe foi retirado por meio de um procedimento cirúrgico de emergência. A cirurgia foi gravada por membros da equipe médica – que queriam imortalizar a rara ocorrência. O colombiano ficou internado por dois dias.

O vídeo foi parar nas redes sociais e, rapidamente, tornou-se viral. “Senhoras e senhores, algo extraordinário alconteceu”, diz um membro da equipe médica no registro. “Um jovem em Pivijay engoliu acidentalmente um peixe, mas removemos o animal estranho com sucesso”.

Curiosamente, há alguns meses atrás, um incidente quase idêntico foi relatado pela mídia egípcia.

Pescaria

Por mais experiente que uma pessoa seja, qualquer um, durante uma pescaria, pode estar sujeito a acidentes, pois há uma série de fatores que podem ocasionar trágicas situações, como, por exemplo, o clima, os equipamentos e o local. Até mesmo os próprios peixes podem ocasionar ferimentos ou prejudicar a saúde de um pescador. Com o intuito de prevenir qualquer tipo de incidente, o blog da Quisty revelou algumas dicas importantes.

A primeira – na verdade, a principal regra – envolve o fato do pescador, seja amador ou não, demonstrar respeito pela natureza. De acordo com o blog, “ao lembrar-se da importância que o meio-ambiente tem para a pesca, o pescador diminui, e consideravelmente, as chances de se acidentar”.

Basicamente, esse respeito engloba desde conhecer intrinsecamente o local em que a pesca será praticada até definir o uso dos melhores equipamentos, os quais, segundo especialistas, não devem, em hipótese alguma, causar nenhum tipo de dano aos peixes. Vale lembrar que é importante também tomar cuidado na hora de retirá-los e devolvê-los à água.

Em suma, o momento de tirar o peixe da água, seja para embarcá-lo ou trazê-lo para a margem é o que mais causa acidentes. Por isso, é preciso prestar bastante atenção. É interessante reparar bem no anzol, pois, com qualquer movimento brusco, ele pode se soltar e ferir seus braços, tronco ou rosto. “Sempre que for retirá-lo do peixe, utilize um alicate e faça movimentos cuidadosos”, relata o blog da Quisty.

Americano descobre um de seus AirPods alojado em seu esôfago

Matéria anterior

Jovem grava álbum de músicas com sons que emitia enquanto estava no útero

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.