• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como está Hiroshima após 70 anos do ataque nuclear?

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      06/08/15 às 15h45

Há exatos 70 anos, no dia 6 de agosto de 1945, às 8h15min, a cidade de Hiroshima, no Japão, sofria com os ataques da Bomba Atômica, que matou instantaneamente 80 mil pessoas, deixando mais de 140 mil feridos. Alguns descreveram a explosão da bomba como algo "5 vezes maior e 10 vezes mais brilhante que o Sol".

Algumas peças de roupa e tecidos orgânicos, como cabelos, pegaram fogo instantaneamente. Os que não morreram no momento do ataque, pereceram com câncer e problemas de saúde, devido à radiação.

Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, Hiroshima veio passando por processos de recuperação econômica, social e física. Já sem radiação, atualmente a cidade tem mais de 1 milhão de habitantes e sobrevive de indústrias e exportação.

Confira como está a cidade de Hiroshima atualmente, 7 décadas depois da bomba atômica:

Memorial da Paz de Hiroshima

A-bomb_dome

Apesar de ter superado o episódio desonroso da bomba atômica, Hiroshima manteve um monumento em homenagem às vida perdidas.

Oleandro

Oleander-gr

A primeira flor a desabrochar depois da catástrofe, o Oleandro se tornou símbolo da cidade. A planta também é comum no Brasil, geralmente nas cores rosa ou banco.

Centro

Tipicamente japonês, o centro de Hiroshima é lotado de trens, bons ônibus e carros no estilo oriental.

Pela Cidade

Hiroshima 9 hiroshima5 hiroshima6

Com 8 bairros, e 905 08 km², Hiroshima é sinônimo de superação.

Na Explosão

As pessoas viviam com medo de ataques aéreos, mas foram pegas desprevenidas quando o Enola Gay liberou o "Litte Boy" sobre a cidade, que explodiu a quase 500 metros do solo.

enhanced-buzz-wide-1141-1438784030-7

 

A Bomba

enhanced-buzz-wide-15510-1438784734-7

A cápsula da bomba tinha 3 m em comprimento, 71 cm de largura e pesava 4 toneladas. Continha 64 kg de Urânio 235, material enriquecido radioativo.

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+