Curiosidades

Como impedir lesões na volta às atividades físicas

0

A relação de amor e ódio com exercícios físicos é grande. Existem aquelas pessoas que amam, não vivem sem o hábito na rotina. São do tipo que se ficarem um dia sem fazer sua atividade física, para elas será  um dia perdido. Mas há também aqueles que odeiam e nem conseguem pensar na tortura, que é fazer alguma atividade.

Mesmo que todos saibam que praticar exercícios físicos faça bem à saúde, a rejeição a eles continua grande. Mas nos tempos de pandemia essa relação começou a mudar, de uma maneira geral.

Contudo, geralmente se marca a volta ou começo de prática de exercícios físicos por uma coisa em comum: as lesões e dores. Conforme a vacinação contra a COVID-19 está avançando, as pessoas estão, aos poucos, voltando para os parques e academias. O que faz com que a  prática de exercícios físicos também comece a aumentar entre os que ficaram parados durante a pandemia.

Retorno

Lesao1, Fatos Desconhecidos

Entretanto, um erro comum nessa volta é retornar como se nada tivesse acontecido. Ou então pior, com pressa de recuperar o tempo perdido. Das duas formas, o praticante parece não se preocupar com o risco de lesões.

“Como algumas pessoas não se acostumaram com os exercícios on-line, acabaram parando e agora querem retomar o tempo perdido e iniciam a atividade física de forma desordenada e sem orientação, e é aí que podem ocorrer lesões que variam de graves a leves”, alertou o médico ortopedista Carlos Miers.

Por conta disso, uma das possibilidades é apostar no acompanhamento de um profissional. Até porque, ele saberá orientar a pessoa a respeito de como evitar lesões e ter um retorno saudável para a rotina esportiva.

Lesões

Lesao2, Fatos Desconhecidos

“A atividade física oferece um bem-estar físico e mental. Quando nos exercitamos, liberamos o hormônio da endorfina no nosso corpo, nos proporcionando a sensação de prazer. Porém, sem o acompanhamento de um profissional, podemos executar movimentos com a técnica errada e causar algum tipo de lesão”, disse o personal trainer, Renan Ribeiro.

De acordo com Miers, esse problemas que acontecem na volta precipitada das atividades físicas são relacionados, em sua maioria, com lesões ligamentares, musculares e tendinosas.

“Essas lesões são causadas por torções, técnicas erradas e até mesmo por movimentos que, até então, eram comuns. O que as pessoas precisam entender é que o retorno às atividades deve ocorrer de forma gradativa, com exercícios leves e respeitando os limites do corpo. Dessa forma, as chances de lesões e de passar por um novo período sem atividade serão reduzidas”, explicou o médico.

Cuidados

Lesao3, Fatos Desconhecidos

Para Miers, alguns cuidados simples podem evitar as lesões e garantir uma maior segurança no retorno às atividades físicas. A primeira coisa é respeitar os limites do corpo e aumentar de forma gradativa a intensidade. Até porque, é preciso avisar o corpo aos poucos que uma exigência maior voltará a ser feita.

Outra coisa é fazer vários alongamentos e aquecer o corpo antes das atividades físicas. Além de procurar um profissional de educação física para supervisionar os treinos. E buscar ajuda médica sempre que sentir algum incômodo.

O mais importante para se evitar lesões é saber identificar os sintomas. Segundo Carlos Miers, sentir uma dor intensa, duradoura e que não melhora de jeito nenhum, pode ser um dos principais indicativos de lesão. Ele também diz que é importante ficar atento aos inchaços e dificuldades para fazer tarefas simples do dia a dia.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/saude/other/como-evitar-les%c3%b5es-no-retorno-%c3%a0s-atividades-f%c3%adsicas/ar-AANUrqR

8 vilãs da Disney mais queridas pelo público

Matéria anterior

7 atores que imploraram para que seus personagens morressem

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos