Curiosidades

Conheça as bonecas mais aterrorizantes

0

O medo de bonecas é muito comum. Normalmente, está ligado às histórias de terror cinematográficas ou a fatos sobrenaturais. Além do medo, existem pessoas que experimentaram até mesmo fatos traumáticos com os objetivos. Por isso, se você possui alguma fobia de bonecas e bonecos, recomendamos que não leia este texto. Para você que deseja continuar, conheça a histórias das bonecas mais aterrorizantes.

Anabelle

Hugo Gloss

Annabelle é a boneca mais famosa e é o primeiro caso a ser cientificamente estudado. Estudos feitos na boneca do tipo Raggedy apontam que a boneca não estava possuída por uma força desconhecida, mas sim sendo usada. Devido à comprovação da atuação de energia sobrenatural na boneca, hoje Annabelle é guardada em um museu particular.

A verdadeira Annabelle possui cabelos vermelhos e é feita de pano e pelúcia. A boneca foi dada de presente por uma mãe para comemorar o aniversário da filha. Donna (ou Deirde) teria levado a boneca para o apartamento que dividia com Angie.

De acordo com as duas colegas, com o tempo, Annabelle começou a se movimentar de um cômodo para o outro. Porém, as meninas só decidiram buscar ajuda de um médium após escutarem barulhos no quarto de Donna. Quando chegaram ao cômodo, Annabelle estava deitada de bruços.

Após isso, o médium começou a sentir fortes dores em seu peito. Quando ele olhou para baixo, teria enxergado várias marcas ensanguentadas em seu corpo, representando a marca da besta. Outro fator relatado é que ao lado da boneca estava escrito à mão o pedido “me ajude”.

Por causa disso, Donna e Angie fizeram uma sessão com outro médium que relatou que dentro da boneca habitava o espírito de uma criança chamada Annabelle. Para piorar a situação, o cadáver da criança teria sido encontrado no local onde o prédio foi construído.

As amigas, comovidas pela situação, permitiram que o espírito da criança ocupasse permanentemente o corpo da boneca. Para os demonologistas Ed e Lorraine Warren, este foi um erro fatal.

Chamados para resolver o caso, o casal acredita que uma força demoníaca habita o corpo da boneca e está em busca de um hospedeiro humano. Eles também realizaram exorcismo em Annabelle e a prenderam em uma caixa de vidro com símbolos de proteção e crucifixos ao redor dela.

Até hoje a boneca aterroriza pessoas por meio dos filmes Annabelle.

Boneco Robert

Mega Curioso

Quem nunca ouviu falar sobre o filme Chuck, o Brinquedo Assassino? O que algumas pessoas não sabem é que o que inspirou a sua criação foi o boneco marinheiro Robert. A história conta que uma empregada doméstica praticante de vodu, decidiu se vingar da demissão dando um boneco amaldiçoado para o filho dos patrões. O brinquedo, que está guardado em um museu da Flórida, teria sido motivo para a loucura da criança depois de adulto.

Robert teria sido fabricado pela empresa alemã Steiff Company, em 1904. Ele foi dado de presente para Robert Eugene Otto. Apaixonado pelo novo brinquedo, o garoto amava vesti-lo com roupas de marinheiro e era uma dupla inseparável.

No entanto, quanto mais o tempo passava, mais estranha ficava a relação do garoto com o brinquedo. Começou com conversas sozinha do garoto com o boneco, para seus pais escutarem duas vozes no diálogo. Por fim, o boneco passou a possuir lugar à mesa e uma cama.

Em algumas noites, Eugene acordava aos gritos. Quando seus pais entravam no quarto da criança se deparavam com objetos jogados no chão. O menino sempre culpava o boneco.

Depois da morte dos seus pais, Eugene, já casado, herdou a casa de infância. No local, ele construiu família com a esposa Annette Parker. Robert continuou morando em um dos quartos da residência. Eugene faleceu em 1974, logo após sua esposa. A casa da família foi vendida para Myrtle Reuter.

De acordo com Reuter, Robert assombrava ela e a filha durante anos. Por isso, o boneco foi doado ao museu. Atualmente, o boneco segue sendo visitado. No museu, é preciso pedir permissão de Robert para fotografá-lo.

Okiku

O verso do inverso

Outra boneca aterrorizante é a Okiku, mas desta vez, a maldição se passa no Japão. A boneca, comprada em 1918, era um presente de um adolescente de 17 anos para sua irmã mais nova. Um ano após a chegada do brinquedo, a criança morreu. Sua família criou um altar doméstico para a boneca e passou a orar todos os dias em memória da menina.

Um dos primeiros sinais de que o espírito da criança estava na boneca foi o fato de que o cabelo do brinquedo começou a crescer.

Okiku agora tem como residência o museu japonês. Quem visita o local pode ver a boneca e seus cabelos que estão no joelho, mesmo com cortes de tempos em tempos. No entanto, não é permitido tirar fotos.

Fonte: Nerd Tatuado, Rolling Stone, Danjou

Anne Greene: a mulher imortal

Matéria anterior

Velozes e Furiosos 10: veja a nova data de estreia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos