Compartilhando coisa boa

Conheça a história da mulher que doou o seu útero para desconhecida se tornar mãe

0

Para muitas pessoas, cirurgias médicas remetem ao medo, e mesmo quando são necessárias, algumas pessoas resistem em fazer um procedimento arriscado. Agora imagine se submeter a uma cirurgia de 11 horas para poder realizar o sonho de ser mãe de alguém que você nem conhece? Foi exatamente isso que a enfermeira Heather Bankos fez. A mulher, que teve três gestações bem sucedidas e três filhos saudáveis, decidiu ajudar outra mulher a ter a experiência da gravidez e da maternidade.

No primeiro momento, ela cogitou a possibilidade de se oferecer como barriga de aluguel. Mas por fim, acabou preferindo ajudar de uma outra forma: doando o seu útero para que uma mulher desconhecida pudesse engravidar. “Não importava para mim conhecer a pessoa ou não. Eu só queria ajudar alguém, não importa quem fosse”, disse a enfermeira à BBC. E a sua história é realmente inspiradora e renova a nossa fé na humanidade.

A boa ação

Familia Heather 600x338, Fatos Desconhecidos

Heather Bankos, tem 31 anos e trabalha como enfermeira em uma UTI neonatal há nove anos. Segundo ela, a sua experiência profissional teve grande peso na sua tomada de decisão. Nessa profissão, ela presenciou muitas situações de alegria de ver a bebê indo para casa junto aos pais. Mas ela conta também da tristeza de ver recém-nascidos não sobreviverem ou situações em que complicações no parto impediram mulheres de engravidar novamente.

Ela, que é mãe de Nathan, de 8 anos, Matthew, de 6 anos e Ellie, de 3 anos, teve ótimas experiências na gravidez. “Sempre me senti incrível quando estava grávida. Mesmo com as dores e enjoos. Me sentia realmente confortável com meu corpo”, conta. “Foi tão fácil para mim engravidar e levar a gravidez adiante. É devastador saber que há mulheres que não podem fazer isso”.

Ao ler uma reportagem sobre o programa no Bylor University Medical Center, no final de 2017, soube de uma mulher que havia nascido sem útero e que tinha dado à luz depois de receber um transplante. Foi a partir daí, que Heather teve a ideia de fazer o mesmo.

Até agora, a pesquisa realizada pela Universidade no centro médico em Dallas, no Texas, já realizou 18 transplantes de útero. Duas das mulheres que receberam o órgão já deram à luz, e outras seis estão grávidas.

O transplante

Heather Cirurgia 376x500, Fatos Desconhecidos

Heather entrou em contato com o hospital em abril de 2018, e em outubro, começou a fazer os exames. Ela foi submetida a uma avaliação psicológica para confirmar se estava realmente apta a ser uma doadora. Em fevereiro desse ano, ela recebeu a notícia de que era compatível com uma mulher.

A enfermeira arcou com todas as despesas de passagem da sua casa, no estado da Pensilvânia, até Dallas. Tudo para fazer os exames preliminares e também a cirurgia. O procedimento durou mais de 11 horas, e ela conta que a recuperação não foi fácil. “Tive muita dor”, afirma ela. Heather ainda garante que em nenhum momento questionou a sua decisão. Agora ela já está completamente recuperada, e a paciente, que recebeu o seu útero, também se recuperou bem.

No entanto, ela ainda não pôde conhecer a mulher que recebeu o seu útero. As normas do programa não permitem que a paciente seja identificada ou se encontre com a doadora antes de dar à luz. Mas a enfermeira e a futura mãe já trocaram cartas. “Posso dizer pelas cartas o quão empolgada e grata ela estava. Espero que ela acabe tendo uma gravidez saudável, um parto fácil e um bebezinho no final”.

E você, o que achou da atitude da enfermeira? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

7 maneiras estranhas de demonstrar afeto ao redor do mundo

Matéria anterior

Quem você vê primeiro, um homem ou uma mulher?

Próxima matéria

Você também pode gostar

Comentários

Comentários não são permitidos