Curiosidades

Conheça o procedimento que promete curar transtornos psicológicos e traumas com um toque

0

Traumas e transtornos psicológicos são um dano emocional que vêm em decorrência de algum acontecimento que se pressupõe a ser uma experiência de dor e sofrimento tanto emocional como físico. O trauma pode levar ao estresse e causar mudanças físicas no cérebro afetando o comportamento e pensamento de uma pessoa.

Uma técnica, que ainda é pouco conhecida no Brasil, promete curar esses traumas e transtornos com apenas um toque. É a microfisioterapia. Essa terapia promete ir além do tratamento desses distúrbios, mas também ajudar em diferentes doenças do organismo.

Essa técnica foi desenvolvida na década de 1980 pelos franceses Daniel Grosjean e Patrice Bénini e pretende buscar a causa da doença e não só tratar seus sintomas. “Essa terapia manual vai na origem dos sintomas porque atinge a memória celular do trauma que a pessoa sofreu na parte física”, explica Edmilson Barbosa Nogueira, fisioterapeuta formado na técnica de microfisioterapia.
As sessões dessa terapia duram cerca de 1 hora e avaliam a mobilidade e restrições da pele do paciente. “Existem pontos específicos da epiderme que foram mapeados pelos franceses e que são seguidos por nós. Realizamos micropalpações no tecido, que são testados, e seus significados aos estímulos indicam uma possível restrição. Tudo é muito sutil, suave”, explica.

A periodicidade das sessões varia de 30 a 40 dias, e é necessário, no mínimo, três sessões para o sintoma ser investigado. “Em geral, a cada sintoma, a pessoa nos procura para investigá-lo”, comenta.

Terapia

Essa terapia funciona como um complemento, um tratamento alternativo, do tratamento que o paciente estiver fazendo. “Ela atua junto à medicina tradicional, à acupuntura, ao pilates. Como ela melhora o corpo, ela faz com que o paciente reaja melhor aos outros tratamentos”.

A microfisioterapia ajuda no tratamento de doenças psicológicas como por exemplo a síndrome do pânico, ansiedade e depressão. Isso acontece porque a sessão pode ajudar a descobrir a causa física das doenças psicológicas.

“Quando a hipófise e hipotálamo estão sobrecarregados, isso pode gerar um problema emocional e gerar microssintomas que repercutem em partes do corpo, como músculos ou órgãos. Às vezes, uma dor no pescoço tem um gatilho emocional. Então, a gente busca a origem e faz a correção”.

Doenças

A microfisioterapia também ajuda outras doenças como patologias crônicas que atingem os músculos, como por exemplo fibromialgia, gastrites, enxaquecas e alergias de pele e respiratórias.
Esse tratamento não tem muitas contraindicações, mas pessoas com doenças psíquicas tem que ter um certo cuidado. “Não é muito indicado para uma pessoa no meio de uma crise de pânico, porque ela já está com uma sobrecarga indicada. Isso não a impede de realizar a microfisioterapia, mas é um momento em que a pessoa está mais fragilizada, então vai precisar de mais energia e pode ser que se debilite mais”, explica Barbosa Nogueira.

No Brasil, essa terapia é feita somente em clínicas particulares e a sessão pode variar entre R$ 150 a R$ 350. “Os convênios não reconhecem como procedimento fisioterapêutico, então é sempre particular”, explica.

7 fast-foods dos ricos que você jamais vai comer

Matéria anterior

10 imagens terríveis mostrando crianças antes do trabalho infantil ser abolido

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar