História

Conheça os irmãos que lutaram de lados opostos durante 2° Guerra Mundial

0

A família é uma coisa muito importante para os seres humanos, e isso pode se tornar um problema quando membros da mesma precisam lutar em lados opostos. Os irmãos Gerd Emil Brunckho e Paul Heinrich viveram isso na pele. Tudo aconteceu durante a Segunda Guerra Mundial. Os dois irmãos foram separados e tiveram que lutar em lados opostos da guerra.

Os dois brasileiros vivenciaram lados opostos da experiência. Enquanto Gerd Emil Brunckho serviu na Força Expedicionária Brasileira, ao lado da Itália no conflito, Paul Heinrich lutou ao lado do exército alemão nazista. Entenda essa história melhor.

Paul Heinrich

Os dois irmãos eram descendentes de alemães. Eles se viram pela última vez quando Gerd estava indo para Itália, de navio. Enquanto ele ia lutar contra o exército nazista, seu irmão, Paul, estava indo em direção ao fronte russo, lutar ao lado dos alemães. Seus pais haviam deixado a Alemanha em 1910, vindo para o Brasil.

Paul era o mais novo dos irmãos, sendo que na época tinha 16 anos e apenas um metro e meio de altura. Ele foi para a Alemanha antes de ser convocado por eles, na intenção de tomar um rumo na vida. Chegando lá, ele foi impedido de voltar porque havia sido convocado pelo exército. Ele não era obrigado a aceitar participar da guerra, porém, ele se sentiu orgulhoso do convite e não recusou a proposta.

O corpo de Paul nunca foi encontrado. Além disso, a família só soube da morte do jovem depois que a guerra chegou ao fim. Gerd nunca teve a possibilidade de dizer adeus, ou dar um último abraço.

Gerd Emil Brunckho

O cabo Gerd serviu na 1ª Companhia do 9º Batalhão de Engenharia, uma unidade que entrou na linha da frente em 1944. Em uma entrevista de 2015, quando já estava no auge de seus 95 anos, informou que não se arrependeu de ter servido no exército. Ele conta que havia muitos filhos de alemães, como ele, desse lado da guerra.

Ele, assim como sua família, recebia cartas do seu irmão. Mesmo assim, ele foi o único entre os dois a sobreviver aos horrores da guerra dentro da família. Essa história mostra como a guerra pode colocar irmãos uns contra os outros e quebrar famílias.

E aí, o que você achou dessa história? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que adora essas histórias do passado, aquele abraço.

Pearl Jam doa mais de R$ 40 milhões para ajudar pessoas sem moradia

Matéria anterior

Homem autista consegue fazer a tatuagem dos sonhos depois de ser recusado por diversos tatuadores

Próxima matéria

Mais em História

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.