icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Cura para o alcoolismo foi descoberta no século 19, mas nunca revelada

POR A redação EM Mistérios & Horror 14/08/15 às 13h36

capa do post Cura para o alcoolismo foi descoberta no século 19, mas nunca revelada

O Alcoolismo é considerado pela própria Organização Mundial de Saúde como uma doença com componentes físicos e mentais. Ainda não se sabe quais mecanismos biológicos causam a dependência alcoólica, mas o risco é influenciado pelo ambiente social, stresse, saúde mental, histórico familiar, idade, grupo étnico e gênero, etc.

Vale lembrar que consumir bebidas alcoólicas com moderação não faz mal à saúde. O alcoolismo é o vício em si, um mal antigo no mundo.

Todavia, uma suposta "cura" para o alcoolismo já existia no século 19. Leslie Keeley era um famoso médico dedicado ao tratamento dessa doença, que chefiou o Instituto Keeley e vendia nele o famoso "Keeley"s Gold Cure" (Cura de Ouro de Keeley). O medicamente te livrava do vício do álcool. Os pacientes que buscavam tratamento, recebiam um quarto agradável, eram encorajados e recebiam quatro injeções de bicloreto de ouro por dia.

A fórmula da substância era secreta, obviamente. Nao existe nenhum composto chamado "bicloreto de ouro", mas o medicamento funcionava. Toda a comunidade médica queria descobrir qual era o medicamento que Leslie Keeley dava aos seus paciente. Alguns tentaram obter amostras da medicação para estudá-la e copiá-la, o que nem era difícil, já que o médico vendia frascos de uma versão da cura para serem tomados por via oral.

O segredo estava nas injeções. Muitas pessoas entravam no instituto disfarçadas de alcoólatras ou de trabalhadores do recinto para tentar obter amostras. Ainda que alguns deles conseguissem o material para estudos, cada análise produzia resultados diferentes. Alguns cientistas encontraram até mesmo traços de álcool na composição. Alguns encontraram vestígios de extrato de coca, ou estricnina, casca de salgueiro, amônia, aloe vera, etc, mas a maioria encontrou vestígios de sais de ouro.

Ainda assim, ninguém sabia explicar por que ou como a fórmula funcionava.

Alguns cientistas acreditavam que o medicamento era, na verdade, um placebo. Um químico chegou a afirmar que as injeções eram apenas sedativos.

Dr. Keeley nunca revelou o segredo da sua fórmula. Os centros de tratamento Keeley funcionaram até 1965.

Muitos teóricos da conspiração acham que Keeley tinha verdadeiramente encontrado um tratamento eficaz, mas foi suprimido.

A maioria acredita que Keeley tinha uma alta taxa de sucesso porque seus centros davam atenção individual e incentivo para cada uma das pessoas.

Nenhum outra clínica no mundo utilizou o mesmo método, e não se sabe se algum medicamento descoberto pelo dr. Keeley realmente ajudava os alcoólatras a saírem do vício. O fato é que muitas pessoas foram curadas do alcoolismo pelo método Keeley, sendo ele placebo ou não.

Mais Medicamentos

Embora não sejam necessários para o tratamento do alcoolismo, muitos remédios podem ser prescritos para auxiliar no tratamento da doença, como o dissulfiram, a naltrexona, o acamprosato (também conhecido como Campral), o oxibato de sódio e o baclofeno.


Próxima Matéria
avatar A redação
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest