Curiosidades

Dormir mais nem sempre é benéfico, mostra experiência

0

Nada melhor do que chegar em casa depois de um dia cansativo, tomar um banho e dormir. Em suma, um sono saudável é extremamente importante para recuperar seu corpo e prepará-lo para um novo dia. E mesmo que você seja uma pessoa que não goste muito de dormir, todos nós precisamos de uma boa noite de descanso. E cada um tem os próprios hábitos de sono. Seja um cochilo ou uma longa noite, todos nós dormimos.

Todos os seres humanos têm a necessidade de dormir. Independente de como fazemos isso, dormir está em nossa rotina diária. Ela é uma parte vital para as pessoas se manterem em forma e saudáveis. Por conta disso, os cientistas estão sempre procurando formas de garantir que o sono de qualidade aconteça.

No entanto, um novo estudo da Índia sugere que as horas extras na cama não querem dizer muito em termos de benefícios. Isso caso não aconteça também um aumento correspondente no sono de boa qualidade.

Estudo

Dormir1 1400x788, Fatos Desconhecidos

O levantamento foi realizado com 452 trabalhadores de baixa renda durante um mês em Chennai. Uma das descobertas feitas foi que o cochilo à tarde era mais benéfico do que uma hora a mais de sono durante a noite. Isso foi verdade, pelo menos, nos participantes do estudo que tiveram o sono noturno perturbado.

Essas medições foram feitas através de actígrafos. Eles são pequenos sensores de movimento vestíveis que conseguem monitorar os ciclos de sono. Esse medidor está cada vez mais popular na pesquisa científica. Isso porque ele pode fazer leituras enquanto a pessoas dorme na sua própria cama, sem precisar de nenhum equipamento extra ou configuração complicada.

Os pesquisadores conseguiram fazer, através de informações e incentivos, que os voluntários dormissem por quase meia hora a mais cada noite. Contudo, os benefícios que eram esperados para a saúde não vieram.

Benefícios

Dormir2 1400x933, Fatos Desconhecidos

“Para nossa surpresa, essas intervenções de sono noturno não tiveram nenhum efeito positivo em nenhum dos resultados que medimos”, disse o economista Frank Schilbach  do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

Dentre os aspectos vistos estavam cognição, produtividade, tomada de decisão e bem-estar. Mas é importante também se destacar as outras condições do estudo. Os participantes tinham uma média de 5,5 horas de sono em oito horas na cama.

No fim do estudo, os trabalhadores estavam gastando 38 minutos a mais por noite na cama. Isso correspondeu a 27 minutos extras de sono por noite. E a baixa eficiência do sono parece impedir o tipo de sono mais profundo que é restaurador e pode ser vantajoso para a saúde.

Sono

Dormir3 660x433, Fatos Desconhecidos

Contudo, se encorajou vários voluntários a tirarem uma soneca de meia hora durante o dia. Isso teve vários resultados positivos. Os pesquisadores viram melhorias na produtividade, função cognitiva e bem-estar psicológico dos participantes que fizeram isso.

Os pesquisadores dizem que mais estudos são necessários e serem feitos em nações em desenvolvimento, ao invés de em laboratórios do sono nos países ricos. Além disso, eles também dizem que é preciso cautela para que se apliquem os estudos do sono de maneira mais ampla em diferentes nações e comunidades.

“Não há muito trabalho estudando o sono das pessoas em sua vida cotidiana. E eu realmente espero que as pessoas estudem mais o sono nos países em desenvolvimento e nos países pobres, com foco nos resultados que as pessoas valorizam”, conclui Schilbach.

NASA diz que a ”aspereza” da lua pode esconder águas nas sombras

Matéria anterior

Saiba qual é o cheiro dessas 10 celebridades

Próxima matéria

Você também pode gostar

Mais em Curiosidades

Comentários

Comentários não são permitidos