Existem várias teorias bizarras sobre o planeta Terra. Além da ideia defendida pelos terraplanistas de que o nosso planeta é plano, recentemente falamos aqui sobre a teoria que diz que a Terra não é nem plana e nem redonda, mas sim em formato de rosca. Teorias loucas à parte, você já imaginou como seria se a Terra fosse oca? Isso mesmo, apenas uma camada de planeta flutuando em torno de absolutamente nada.

Como isso seria na prática, as leis da física funcionariam da mesma forma em um planeta oco? Seria possível cavar um buraco e entrar no centro da Terra? Caso conseguíssemos, como seria a sensação de estar no centro de nada? São várias variáveis a se analisar, mas já podemos adiantar que não seria possível existir vida, pelo menos não humana nesse planeta oco.

O centro da Terra

De fato, nós nunca fomos até o centro da Terra, mas já estudamos terremotos e o campo geomagnético o suficiente para saber o que tem dentro do nosso planeta. Só para situar, é algo denso e quente. Mas isso é um conhecimento adquirido depois de muitos anos de estudos, nem sempre soubemos disso. Até chegar aqui, apareceram várias teorias sobre como o nosso mundo funciona, muitas delas totalmente insanas.

Publicidade
continue a leitura

Para se ter noção, um cientista chegou a dizer que a Terra era uma esfera invertida, com todo o universo escondido por dentro. A Terra oca também foi colocada nessa lista de possibilidades. Mas e se fosse, como isso funcionaria na prática? A resposta é simples, não funcionaria.

Uma Terra oca entraria em colapso em si mesma e se transformaria em uma esfera menor. Isso devido à gravidade, uma das quatro forças fundamentais do universo. Nesse caso, a gravidade puxaria todas as partes da crosta umas para as outras, o que tornaria a possibilidade da Terra oca simplesmente impossível.

Mas já que estamos falamos de suposições, vamos imaginar que a crosta terrestre pudesse flutuar sem desmontar. Nesse caso, não haveria atmosfera, e sem atmosfera, muito provavelmente, não seria possível nenhuma forma de vida no planeta.

A atmosfera terrestre depende de um campo magnético de gravidade para manter o planeta no lugar. Como o campo magnético é gerado no núcleo da Terra, que estaria ausente em um planeta oco, não seria possível nenhum campo magnético. Sem isso, a Terra não teria vida alguma.

Publicidade
continue a leitura

Planeta oco

Como a maior parte da massa da Terra está acumulada no núcleo, um planeta oco perderia uma grande quantidade da sua massa. Não é como se fossem alguns quilos, mas sim 5,9 sextilhões de toneladas. Sendo assim, a massa inteira do planeta seria inferior a 0,4% de toda a sua massa atual.

Publicidade
continue a leitura

Mesmo que a massa e a gravidade da Terra oca não fossem diferentes da Terra da vida real. Ainda assim não haveria atmosfera graças à falta de um campo geomagnético. A superfície do planeta seria um lugar nem um pouco propício para se viver.

Mas e sem um núcleo denso e quente, seria possível adentrar a crosta terrestre? Talvez, porém seria uma tarefa muito difícil, já que seria preciso um material muito denso para perfurar a camada.

Depois de cavar a crosta de 30 quilômetros de espessura e entrar no interior do planeta, você estaria em um ambiente de gravidade zero. Nesse cenário caótico, você ficaria perdido dentro do planeta vazio. E detalhe, você precisaria de um traje espacial para fornecer oxigênio e pressão para conseguir respirar. Caso contrário, estar dentro da Terra oca sem um traje espacial seria como entrar no vácuo do espaço.

Entre as diversas possibilidades, nenhuma delas seria o ideal. Então quando você se sentir vazio, agradeça que o planeta não é. E aproveita e compartilhe esse texto com os seus amigos.

Publicado em: 10/05/19 15h19