• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Ela abandonou tudo para cuidar de pessoas necessitadas no Quênia

POR Cristyele Oliveira    EM Compartilhando coisa boa      30/07/19 às 15h05

Quando se termina o ensino médio, os jovens geralmente estão cheios de planos para o futuro. A maioria sonha em fazer uma faculdade, ter uma casa própria, se casar, constituir uma família, ter sucesso profissional, ou muito dinheiro. Mas o que essa jovem sonhava em fazer com a sua vida, não tinha nada a ver com isso. Ela desejava apenas poder ajudar quem precisava. E assim, ela o fez.

Hoje, essa jovem dedica a sua vida a cuidar e ajudar crianças necessitadas no Quênia. Os seus pacientes geralmente sofrem de câncer, malária, desnutrição e tantas outras doenças que atingem as populações africanas. Mas ainda assim, ela constituiu uma família. Por sorte, o seu esposo compartilha do seu mesmo sonho, e juntos, eles comandam um hospital sem fins lucrativos no país. Embora não seja uma missão fácil, ela garante que fazer isso é o que dá sentido a sua vida. Confira a história inspiradora dessa jovem.

Ajudar o próximo

Amy Hehre decidiu bem cedo o que queria fazer da sua vida. Ao contrário de muita gente aos 19 anos, ela não desejava uma casa ou carro de luxo, ela queria fazer algo que pudesse ajudar pessoas necessitadas. E então, começou a planejar o seu futuro, incluindo todos os detalhes do seu plano ambicioso. Ela queria fundar um centro médico para cuidar de crianças órfãs com doenças terminais no Quênia. E assim, ela o fez.

Em uma viagem ao país, Amy se comoveu com a situação daquelas crianças, que vivem em situações de vulnerabilidade, e que lutam para sobreviver em meio ao caos. Foi nesse momento que ela teve certeza sobre a sua verdadeira missão na vida. Seu sonho de construir um hospital para atender e ajudar essas crianças se realizou.

Seis anos depois dessa viagem, ela conseguiu finalmente tornar o seu sonho realidade. E ela não fez isso sozinha. Amy contou a ajuda do seu marido, Rob. Juntos os dois fundaram o Hospital Infantil Sem Fins Lucrativos OVI.

Amy estudou medicina na Universidade de Kentucky Medical Assistant Studeis Program. Aos 25 anos, ela se tornou médica e deu início a sua missão. E como se pode imaginar, não é nada fácil. Tanto por ter abandonado a sua vida com a sua família em sua cidade natal, quanto por presenciar diariamente o sofrimento dos seus pacientes. Ela testemunha todos os dias crianças que lutam contra a desnutrição, o câncer, a malária, o HIV e tantas outras doenças.

Missão de vida

Amy teve sorte em encontrar um parceiro que estivesse disposto a lutar essa batalha com ela. Afinal, a jovem teve que abdicar da sua vida para poder ajudar essas crianças. "Essa é a minha vida, é o meu sonho e minha paixão, e eu serei a primeira a dizer que não é fácil", declarou Amy ao site Love What Matters.

Graças à Amy e o seu marido, essas crianças quenianas podem contar com alguém que realmente se preocupa com eles. De fato, a vida de Amy não é fácil, mas apesar de todas as dificuldades e desafios, ela conta que vive por uma causa maior: "o bem de todas as crianças que precisam de atenção, amor e esperança".

E você, o que achou da história dessa jovem? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Via   Nation  
Imagens Nation
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+