Curiosidades

Em corrida “Homem x Tesla Model 3” corredor supera veículo

0

O ser humano está sempre querendo se desafiar e testar seus limites em comparação com outras coisas. Com certeza, a maior parte das pessoas já ouviu falar que o corpo humano é uma máquina. Então, por que não testá-lo contra uma máquina de verdade? Isso foi o que aconteceu nessa corrida entre um Tesla Model 3 totalmente carregado e o corredor de ultramaratona Robbie Balenger.

A ideia da corrida era ver quem corria a maior distância. E se fosse para qualquer um apostar em quem ganharia essa corrida, não seria uma surpresa para ninguém se a maioria das pessoas apostassem no carro. Contudo, se isso tivesse acontecido, todas essas pessoas perderiam. Isso porque na corrida “Homem x Tesla Model 3”, quem levou a melhor foi o corredor. O atleta vegano superou o carro elétrico em 30,5 metros.

Essa foi considerada a primeira corrida de resistência entre uma pessoa e um carro movido a eletricidade. Quem a patrocinou foi a Ten Thousand, uma marca de roupas esportivas masculinas.

Corrida

Essa competição se baseou nas maratonas “homem x cavalo”, em que os corredores tentam correr mais distância do que os animais em um mesmo terreno. Portanto, nessa competição “homem x carro”, os dois saíram do mesmo ponto de largada.

A corrida aconteceu na cidade americana de Austin, no estado do Texas, devido ao fato de na cidade existir uma fábrica mais do que gigantesca da Tesla, empresa de Elon Musk e fabricante do carro que foi adversário do atleta.

O Tesla Model 3, com tração traseira, estava totalmente carregado e foi dirigido a 104,6 quilômetros por hora, por 349 quilômetros, até ficar sem bateria. O corredor de ultra maratona seguiu o mesmo caminho feito pelo carro e conseguiu superá-lo em mais de 30 metros.

Ao todo, Balenger fez o percurso inteiro em 76 horas, 54 minutos e 46 segundos. Enquanto que o Tesla Model 3 fez o percurso em pouco mais de três horas. O plano inicial de Balenger era vencer o alcance do Tesla em 72 horas. Mas como o calor estava demais durante três dias, ele acabou desistindo do plano.

Desafio

Instagram

“No final, conseguimos distanciar o Tesla em pouco menos de 77 horas. Foi absolutamente brutal, mas conseguimos”, disse o atleta.

No total, Balenger correu por três dias seguidos fazendo paradas pequenas para dormir, comer, escovar os dentes e trocar de roupa. Nessa corrida, o ultramaratonista passou 8,5 horas das quase 77 horas sem correr.

“Esse esforço foi, em muitos aspectos, o maior e mais difícil que já empreendi”, escreveu ele em um post feito em seu Instagram.

O carro da Tesla foi escolhido para fazer parte dessa corrida e desse experimento por conta de tudo o que a empresa faz e fez até o momento para tentar fazer com que mais pessoas adotem carros elétricos em seu dia a dia.

“Minha esperança é que esse feito inspire outras pessoas a deixar suas zonas de conforto e abraçar a inovação, seja desafiando suas percepções de seus próprios limites físicos ou fazendo mudanças no estilo de vida que pode ter um efeito positivo no planeta”, finalizou o atleta.

Atividade física

Rituaali

Que a pratica de exercícios físicos com uma frequência é bastante importante isso todo mundo sabe. Agora, um novo estudo mostrou que uma corrida de 10 minutos, com uma intensidade moderada, já consegue melhorar o humor e a função cognitiva.

Essa descoberta sobre a corrida deu aos pesquisadores um melhor entendimento de como o exercício físico se relaciona com a saúde mental. No estudo, eles analisaram o córtex pré-frontal. Ele é a parte do cérebro relacionada com as funções cognitivas executivas e com o controle do humor. Como resultado, os pesquisadores descobriram que a corrida aumentou o fluxo sanguíneo nessa área do cérebro.

O lado bom é que corrida é uma coisa fácil de se fazer para a maioria das pessoas. Isso porque não precisa de nenhum equipamento ou treinamento para se começar a realizá-la. Além do mais, essa atividade aumenta a expectativa de vida. Como se não bastasse, o movimento coordenado do exercício dá ao cérebro mais coisas em que pensar.

Fonte: Olhar digital, Science Alert

Imagens: Instagram, Rituaali

A investigação do FBI que encontrou um centro de experimentos em cadáveres

Matéria anterior

Relembre a triste juventude de Terry Crews

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos