Curiosidades

Empresa japonesa cria máscara rejuvenescedora

0

As pessoas, hoje em dia, pagam muito dinheiro por uma cirurgia plástica facial. Pensando nisso, a Ya-man, uma empresa japonesa, criou uma máscara capaz de oferecer os mesmos resultados que um procedimento cirúrgico e, o melhor de tudo, sem a necessidade de enfrentar o bisturi.

De acordo com a empresa, a máscara MedLift, feita de silicone, deixa qualquer pessoa com a aparência mais jovem porque estimula os músculos faciais por meio de ondas elétricas.

A máscara rejuvenescedora

Naturalmente, com a idade, os músculos faciais acabam ficando mais flácidos. Independente da idade, a máscara MedLift, ao fornecer os estímulos elétricos necessários, promete manter os músculos do rosto mais rígidos, oferecendo, assim, resultados semelhantes ao de um lifting facial.

O produto, que é bastante semelhante a uma máscara ninja, possui em ambas laterais uma espécie de controle remoto. Os usuários, com isso, além de acionarem ou interromperem os estímulos elétricos, podem também controlar a intensidade dos mesmos.

A repórter do RocketNews24, Natsuki Gojo, experimentou recentemente a máscara MedLift por duas semanas. Após a experiência, a jornalista declarou estar feliz com os resultados obtidos.

O dispositivo, hoje, tornou-se bastante popular entre as modelos e celebridades japonesas. Fotos de antes e depois foram expostas nas redes sociais daqueles que provaram a máscara. Os registros, acredite ou não, mostraram uma ligeira mudança.

Efeitos

De acordo com Gojo, os estímulos elétricos liberados pela máscara MedLift, mesmo sendo emitidos em baixa intensidade, causam um pouco de dor. A jornalista afirmou também que aqueles que pensarem em selecionar a capacidade máxima que o produto oferece devem estar preparados, pois os estímulos podem causar um grande desconforto.

Independente do incômodo que a máscara pode ocasionar durante o uso, Gojo notou que seu rosto desinchou e ficou mais rígido. O dispositivo se fixa ao rosto com extrema firmeza e deve ser utilizado diariamente por dez minutos. No momento em que estiver com a máscara, o usuário deve evitar comer, beber ou até mesmo abrir a boca.

Como os botões, que estão presentes nas laterais, são facilmente removíveis e a máscara em si é feita de silicone, o dispositivo é extremamente fácil de limpar. O produto custa 25.000 ienes (US$ 240), ou seja, é muito mais barato do que a maioria das cirurgias plásticas que são oferecidas pelas clínicas do Japão.

Segundo a jornalista, para aqueles que estão dispostos a suportar um leve incômodo e não se preocupam em parecer um ninja temporariamente ao utilizar a máquina, o dispositivo pode sim ser uma opção menos invasiva que os procedimentos cirúrgicos.

Lifting facial

Também conhecido como ritidoplastia, o lifting facial é um procedimento estético que diminui as rugas do rosto e pescoço, reduz a flacidez da pele e remove o excesso de gordura do rosto.

O procedimento, na maioria das vezes, é realizado em mulheres com mais de 45 anos. Por ser complexo, o lifting facial é feito sob anestesia geral. Aqueles que passam pelo procedimento ficam, geralmente, cerca de 3 dias internados.

Em média, aqui no Brasil, o lifting facial custa 10 mil reais. Obviamente, o valor pode variar de acordo com a clínica que realiza o procedimento.

7 formas de ganhar um dinheiro extra em casa

Matéria anterior

Empresário chinês constrói mansão flutuante

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos