Essa solução simples pode diminuir o estresse de e-mail de todo mundo
Tempo de leitura:2 Minutos, 56 Segundos

Essa solução simples pode diminuir o estresse de e-mail de todo mundo

Você, provavelmente, já se estressou alguma vez na vida. Se você acha que não, talvez, tenha se estressado sem saber o que é de fato isso. Em suma, o estresse é uma resposta física do nosso organismo a um estímulo. Quando nos estressamos, o nosso corpo entende que está sob ataque. Assim, muda para o modo “lutar ou fugir”. Ele libera uma mistura complexa de hormônios e substâncias químicas. Essas são: adrenalina, cortisol e norepinefrina, o que prepara o corpo para a ação física.

E um dos grandes causadores de estresse pode ser o trabalho. Ainda mais nos tempos atuais onde é mais difícil do que nunca se desconectar do trabalho. Isso porque, muitas pessoas podem se sentirem pressionadas a responder um e-mail fora do horário do expediente mesmo que não seja uma coisa urgente.

No entanto, esse problema parece ter uma solução simples. Um estudo de psicologia feito pelos pesquisadores da London Business School no Reino Unido e da Cornell University nos Estados Unidos mostrou uma regra simples no e-mail que estabelece limites entre o trabalho e a vida da pessoa. Além de também aliviar um pouco do estresse de ter que estar “sempre online”.

Solução

Essa etiqueta identificada por eles é que a pessoa coloque no final do e-mail enviado fora do horário uma frase como por exemplo: “esse não é um assunto urgente, então você pode responder quando puder”.

É uma coisa bem simples. E por mais que se pense que essa mensagem esteja subentendida, ela não está e precisa ser dita;

Essa descoberta veio através de um estudo feito com 852 funcionários em tempo integral nos EUA. Eles foram divididos de forma aleatória em dois grupos. Um deles era o remetente do e-mail hipotético e o outro o destinatário.

Os pesquisadores perguntaram ao grupo dos remetentes com que rapidez eles esperavam com que quem recebeu o e-mail respondesse.  E o grupo dos destinatários disseram qual a rapidez que eles sentiam que precisavam responder.

Os resultados do estudo mostraram uma falha na comunicação, que os pesquisadores chamaram de “viés de urgência do e-mail”.

Estudo

Por mais que, muitas vezes, os remetentes não esperem uma resposta imediata quando mandam um e-mail fora do expediente, os destinatários tem a tendência de não receber essa informação. Ao invés disso, eles pensam que todos os e-mails precisam ser respondidos rapidamente.

Felizmente, se viu que quando o remetente diz de forma explícita que a resposta não é urgente, o estresse que o e-mail fora do expediente carrega parece ser atenuado.

“De uma perspectiva prática, nossa pesquisa pode ajudar a mitigar a disseminação de culturas de trabalho prejudiciais à saúde, nas quais os funcionários se sentem pressionados a permanecer conectados ao trabalho, mesmo quando não se espera que isso aconteça. Dado que o e-mail continua a ser um dos principais modos de comunicação no local de trabalho e entre as atividades online mais difundidas, nosso objetivo para limitar seu impacto negativo não deve ser necessariamente menos e-mail, mas melhor e-mail”, escreveram os pesquisadores.

“Descobrimos que os remetentes podem ajudar os destinatários a sentirem menos pressão para responder imediatamente a e-mails de trabalho não urgentes enviados fora do horário comercial, simplesmente tornando suas expectativas de velocidade de resposta explícitas por meio de uma nota em seu e-mail que especificamente afirma que não esperam uma resposta imediata”, concluíram os pesquisadores.

Fonte: https://www.sciencealert.com/we-need-to-email-better-to-reduce-stress-in-the-workplace-study-finds