Mundo Animal

Essas formigas explodem para envenenar seus inimigos, conheça a Colobopsis explodens

0

Os cientistas estão surpresos com uma habilidade dessa nova espécie de formiga descoberta na selva de Bornéu. O inseto recebeu o nome de Colobopsis Explodens e sua descoberta foi publicada na revista científica Zookeys. Esta formiga quando em luta com seus inimigos é capaz de se explodir para liberar uma substância tóxica sobre eles.

Esse tipo de inseto é uma raridade. A primeira espécie com essa habilidade foi descoberta em 1935. A pequena e avermelhada formiga foi descoberta nas copas das árvores de Bornéu, uma grande ilha localizada na Ásia, por uma equipe da entomologista do Museu de História Natural de Viena, Alice Laciny.

A descoberta

Alice descreveu como as formigas usam essa arma para salvar os membros de sua colônia. Quando um de seus inimigos avança em ataque, as formigas se prendem a ele, pressionando seus abdomens sobre ele com tanta força que os rasgam liberando o líquido fatal armazenado em seu interior. Laciny descreveu a substância como “um cheiro distinto. Não é desagradável, estranhamente lembra curry.”

Porém, nem todas as formigas que compõem a colônia tem essa habilidade. Apenas as operárias menores e as fêmeas estéreis, que se sacrificam para proteger os membros maiores do grupo explodindo seu corpo inteiro. Essa defesa é semelhante ao que fazem as abelhas, liberando seu ferrão quando se sentem ameaçadas.

Muito comum em espécies que trabalham de forma coletiva. Em colônias de abelhas e formigas as necessidades do grupo são tratadas como prioridade, e,dessa forma, é comum que os indivíduos façam sacrifícios em prol do grupo.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Nosso cérebro é capaz de criar 11 dimensões, entenda

Matéria anterior

7 técnicas de autodefesa indicadas por profissionais que toda mulher deveria aprender

Próxima matéria

Mais em Mundo Animal

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.