Ciência e Tecnologia

Esse é o procedimento médico mais nojento que você vai ver hoje

0

Você pode pensar que a ideia de um transplante de cocô é nojenta, mas existe um grande número de evidências sugere que esse procedimento é um verdadeiro salva-vidas. O intestino é o ecossistema mais densamente povoada na Terra, por isso os médicos precisam usar algumas técnicas incomuns para encontrar tratamentos que funcionam lá dentro.

Há uma boa razão para que nós tenhamos nojo desse tipo de tratamento – nós, instintivamente, sabemos que os excrementos transmitem doenças. Mas, para alguns pacientes com doenças inflamatórias no intestino, os antibióticos não são eficazes, e é nessas pessoas que esta técnica está a sendo testada.

Os transplantes fecais envolvem o recolhimento de fezes de uma pessoa (que são tratadas) e colocadas no interior do cólon de alguém. Esse procedimento, como dito anteriormente, é usado quando o sistema digestório de um indivídio está extremamente fora de equilíbrio, e as bactérias que compõem a maior parte das fezes do doador reequilibram a atividade dentro do intestino.

A causa do desequilíbrio, geralmente, é uma doença grave causada por uma bactéria chamada Clostridium difficile ou C. Diff.

A C. diff ocorre quando as bactérias do intestino são destruídas por antibióticos. As várias comunidades de bactérias, também conhecidas como microbioma intestinal, geralmente mantém tudo em ordem no nosso intestino, mas quando esse ecossistema torna-se desordenado, a C. diff aproveita o espaço livre para se reproduzir.

As bactérias produzem toxinas que prejudicam as células no intestino, causando uma persistente diarreia que resiste ao tratamento com antibióticos. A bactéria pode ser mortal. Mais de 250.000 pessoas já foram infectadas pela C. diff todo ano e dessas, 14.000 morrem.

University of Minnesota post doctorate fellow Matt Hamilton displays a sample of fecal bacteria at the St. Paul, Minn. campus Nov. 14, 2012. The fecal matter is donated and used to treat patients with Clostridium difficile, an intestinal disease that is caused when a person's gut flora is eliminated by antibiotics.

A infecção por C. diff não só é causada por uso de antibióticos; também é tratada com antibióticos. Isso empurra os pacientes em um problema ainda maior: o desequilíbrio da flora intestinal. A bactéria C. diff proliferam só é impedida com extrema eficiência quando o transplante fecal é feito.

Para se ter ideia, após um tratamento com o transplante fecal, a infecção por C. dif é curada em 94 por cento dos casos, em comparação a 31 por cento dos casos tratados com antibióticos.

Conheça a cidade fantasma que os Estados Unidos estão construindo

Matéria anterior

5 códigos e cifras que o mundo ainda tenta decifrar

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications