CuriosidadesEntretenimento

Esse garoto de 12 anos está usando o quintal da sua casa para dar aulas de graça

0

Nicanor Quinteros, de apenas 12 anos, com a ajuda de sua avó, e usando pedaços de madeira e nylon, construiu três “salas de aula” no quintal de sua casa para ajudar as crianças de sua vizinhança a terem acesso à educação. Quinteros agora deseja adicionar um outro cômodo. Uma sala onde as crianças também possam comer.

Quinteros e sua avó, Ramona Quinteros, moram no bairro Las Piedritas 3 , em Pocito, na Argentina. Pensando nas crianças que ficavam na rua ao invés de irem para escola, Nicanor não pensou duas vezes em pedir ajuda de sua avó, que sugeriu que sua ideia fosse colocada em prática no fundo da casa onde moram.

A escola de Nicanor

Tudo começou há cerca de de quatro anos, quando utilizando fios de nylon e pedaços de madeira, a escola imaginada pelo pequeno Nicanor começou a tomar forma e a ganhar vida na casa em que ele morava com sua avó. A escola de Quinteros foi chamada de Pátria e Unidade. Os alunos são divididos por níveis em cada uma das salas.

Uma sala é para alunos iniciantes, uma outra para alunos da primeiro, segundo e terceiro ano e a outra restante para alunos do quarto, quinto e sexto ano. As salas são dividias por cortinas. Todas as tardes, cerca de 30 crianças comparecem à escola de Nicanor para aprender, reforçar e revisar o que aprenderam na escola ou ter acesso a tais conteúdos pela primeira vez.

A mobília da escola é feita daquilo que o pequeno Nicanor conseguiu obter, como as mesas que são feitas de caixas de legumes. O recreio é anunciado quando o eles batem em um tambor de uma máquina de lavar. O quadro é feito de papelão obtido em caixas.

Para deixar tudo de forma completa, a escola possui um kit de primeiros socorros, uma bandeira da Argentina e um microfone onde eles cantam o hino nacional. Nicanor ainda possui uma “sala” administrativa, onde sobre uma caixa de verduras estão dispostos um laptop e um recipiente onde os alunos guardam seus lápis.

Sua avó, Ramona, se empenha em ajudar no máximo que pode. Durante o recreio, ela serve aos alunos de Nicanor chás e algo para comer, sempre que tem. “Como muitas vezes eles vêm ao meio-dia, meu sonho agora é ter uma sala de jantar para poder alimentar as crianças que vêm para a escola ou os vizinhos do bairro que precisam”, disse o pequeno ao jornal local Tiempo de San Juan.

A jornada de Nicanor é dobrada, uma vez que pela manhã ele vai para a escola e depois ainda precisa fazer seus deveres de casa. “Eu tenho que ir aprender para que eu possa ensinar na minha escola”, completou o pequeno.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Pedrinho Matador mudou de carreira e agora é youtuber

Matéria anterior

Cientistas dizem ter inventado substância que pode virar água até mesmo no deserto

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar