Curiosidades

Falsa crítica de YouTuber força restaurante a fechar as portas

0

Após mentir em uma avaliação, o YouTuber HayanTree, um popular crítico de culinária, foi altamente criticado por fazer com que um restaurante sul-coreano fechasse as portas. A crítica foi feita no dia 7 de dezembro. Na época, o canal do YouTuber tinha pouco mais de 700.000 assinantes.

No vídeo, HayanTree diz que o estabelecimento reutiliza ingredientes de outros pratos que não foram vendidos. A afirmação foi feita após notar a presença de grãos de arroz em seu pedido. A polêmica crítica viralizou rapidamente. O vídeo obteve mais de 1 milhão de visualizações em questão de dias.

A avaliação afetou de forma negativa o restaurante sul-coreano. Localizado em Daegu, o estabelecimento, especializado em caranguejo marinado ao molho de soja, acabou encerrando suas atividades.

A crítica do YouTuber

“A notícia chegou até nós logo depois que o YouTuber postou o vídeo. Ficamos sabendo da avaliação três horas depois que a publicação foi feita. Nossos funcionários explicaram nos comentários diversas vezes que não reutilizamos comida e que para provar poderíamos fornecer todas as imagens registradas pela nossa câmera de segurança. Nossos esforços foram em vão, pois todos os nossos comentários foram bloqueados. Ninguém mais podia vê-los”, relatou o dono do restaurante em entrevista ao The Korea Herald, um portal de notícias.

O meio de comunicação teve acesso às filmagens das segurança. Nelas, é possível ver que os grãos de arroz que foram encontrados por HayanTree pertenciam ao pedido anterior que havia sido feito pelo próprio YouTuber. Com a divulgação das imagens, o restaurante conseguiu provar que o comentário do crítico não possuía nenhum fundamento.

Como a inusitada situação acabou repercutindo, o YouTuber decidiu se desculpar. Com o intuito de tentar fazer com que o restaurante voltasse a funcionar, o crítico postou um vídeo explicando o equívoco.

“Fui também pessoalmente pedir desculpas ao proprietário do restaurante por ter criado um vídeo sem analisar o impacto que a publicação poderia ocasionar. Sugeri que fizessemos outro vídeo, mas o proprietário não se sentiu confortável”, relatou HayanTree. “Eu deveria ter produzido um vídeo que revelasse o quão precioso é o estabelecimento. Eu realmente sinto muito por ter sido tão ignorante”.

O peso da publicação

Em comparação à crítica negativa, a retratação do YouTuber não surtiu muito efeito. Quando o pedido de desculpas foi publicado, o restaurante já havia fechado as portas. “Não adiantou muito. Afinal, quando HayanTree decidiu se desculpas publicamente, nós não estávamos mais funcionando. Além disso, já havíamos sido prejudicados”, explicou o proprietário.

“Estou muito frustrado. Também preciso saber como é possível evitar o abuso e a tirania dos YouTubers. Perder seu estabelecimento em meio a pandemia por conta de um comentário sem fundamento é. Estou me informando sobre as leis e os regulamentos que possam resguardar profissionais autônomos como eu. Somente assim poderemos tocar nossos negócios de forma segura”.

Depois do ocorrido, o injustiçado proprietário do restaurante publicou uma petição nacional no site Cheong Wa Dae. O documento ressalta sua frustração sobre o comportamento de HayanTree e pede que as autoridades passem a regular de forma mais rígida os YouTubers para que outras empresas não passem pela mesma experiência.

Embora o número de assinantes do canal de HayanTree tenha caído de 700.000 para 645.000 (até o momento do fechamento desta reportagem), o YouTuber ainda não sofreu nenhum tipo de penalidade.

Conheça a casa que pode ser ‘dobrada’ e transportada

Matéria anterior

Por que os astrônomos acreditam na matéria escura mesmo nunca tendo visto ela?

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.