Curiosidades

Fobias estranhas que você não conhecia

Pessoa estressada
0

Você já deve ter ouvido falar das fobias mais conhecidas: aracnofobia, claustrofobia, entre outras. Mas sabia que existem outras, e de todo tipo, sendo algumas bem estranhas? Há até a fobofobia – o medo dos próprios medos! Logo, podemos presumir que há fobias estranhas que parecem muito bobas, mas para algumas pessoas são reais e podem ser até graves. Veja 10 fobias estranhas que você não conhecia!

Plutofobia

Pessoa rica

(Jefferson de Almeida)

Essa fobia estranha é o medo de dinheiro ou de pessoas ricas. Sendo assim, o termo é derivado de Pluto, o deus romano de riquezas e o mais comum é que a pessoa tenha baixa autoestima e se diz não merecedora de riquezas.

Além disso, o medo pode ser que não tenha dinheiro o suficiente no mundo, então o indivíduo acredita que não se deve acumular riquezas, causando grande estresse na presença de muito dinheiro ou pessoas ricas.

Globofobia

Você tem agonia de balões? Pode ser que tenha globofobia! No entanto, esse medo é mais associado ao barulho do balão sendo estourado. É uma fobia surpreendentemente comum e pode ser muito estressante. Até o cheiro ou sensação de balões podem causar ataques de pânico nesses indivíduos.

Linonofobia

menino amarrado com cordas - fobias

(Jooinn)

A pessoa com linonofobia tem aversão ao fio. A ansiedade pode ser provocada por uma série de fatores, como a visão de algo que se pareça com um fio – como corda – e até o barulho. Isso pode se desenvolver por ter sido amarrado com fios, ficado preso acidentalmente, entre outras experiências.

Pogonofobia

Pessoas com pogonofobia possuem o medo de barbas e podem ter ansiedade só de olhar para uma imagem de barba. Isso pode se desenvolver depois de uma experiência traumática com alguém que tenha barba, como uma situação de abuso.

Chaetofobia

cabelo de gato - fobias

(Shutterstock)

A chaetofobia é o medo de cabelo, seja do próprio cabelo, do cabelo alheio ou de pelos de animais. Então, essas pessoas podem ter medo de pentear o cabelo ou até de ter cabelo no corpo. Para evitar estresse, elas precisam evitar encostar no cabelo dos outros ou no próprio. Até receber um corte de cabelo é difícil para quem tem chaetofobia!

Esse medo pode se desenvolver depois de uma experiência traumática, como um corte de cabelo que deu muito errado ou a perda de cabelo.

Vestifobia

Pessoas com vestifobia possuem o medo de roupas. Logo, pode ser o medo de uma única peça de roupa, como sapatos, ou todas as peças. Esse medo pode ser derivado do medo de um material específico, como algodão. Por exemplo, se alguém teve uma reação alérgica séria com algodão, pode desenvolver a vestifobia de roupas por causa dessa experiência negativa.

Optofobia

Criança de olhos fechados - fobias

Pessoas com optofobia possuem um medo incapacitante de abrir os olhos. Então, um indivíduo com esse problema tende a sair de casa e realizar suas tarefas sem abrir os olhos ou abrindo o mínimo possível.

Essas pessoas tendem a sofrer de ansiedade generalizada, que pode se desenvolver depois de um acontecimento que causa muito estresse. Um exemplo disso é ter visto um ente querido morrer. Sendo assim, a optofobia pode ser condicional, ou seja, só se manifesta em situações específicas como na hora de abrir uma porta e entrar em uma sala.

Aritmofobia

Muitos passam pela idade escolar odiando a aula de matemática, ou seja, é bastante comum não gostar de números. Mas, aqueles que sofrem de aritmofobia podem encontrar sérios problemas. Dessa maneira, as pessoas com essa fobia podem experienciar estresse quando expostas a números, podendo ser um número específico ou ser um medo de números em geral.

O medo geral de números pode impactar seriamente sua educação, profissão ou cotidiano. Imagine ter ataques de pânico quando você precisa fazer uma continha simples! Muitas profissões seriam impossíveis.

Agmenofobia

Fila - fobias

(Getty Images)

Você entra em um restaurante ou uma loja e percebe que precisa entrar em uma fila que parece quilométrica. Isso te deixa extremamente ansioso? Pode ser que tenha agmenofobia! Isso é a fobia de que a fila que você entra será mais lenta que a outra, te deixando à espera eternamente enquanto a outra fila anda. Com uma decisão a ser tomada, você só pode torcer que seja a certa.

Sendo assim, a ideia de escolher a fila errada pode causar muito estresse, ansiedade e até ataques de pânico.

Paraskevidekatriafobia

A última fobia da lista é a paraskevidekatriafobia, medo da sexta-feira treze. Essa situação tem raízes em outra fobia já mencionada, sendo que o medo do número 13 é presente desde a Suméria antiga. O Código de Hamurabi não incluiu uma décima terceira lei, o que muitos consideraram um indicativo que havia algo de errado com o próprio número, mas foi só um erro de escrita.

Além disso, o número 13 também tem raízes na superstição cristã e nórdica. Muitas culturas carregam o medo de sexta-feira, dia em que eventos horríveis aconteceram, tanto na história, quanto no folclore.

Quando o número 13 e sexta-feira foram juntados, não se sabe ao certo. Porém, o mito ganhou fama depois que T.W. Lawson publicou o livro Sexta-feira, treze, em 1907. Assim, pode ser que o medo surgiu do evento que ocorreu em uma sexta-feira 13, seja com eles ou com outras pessoas. Muita gente opta por ficar em casa no dia, tendo muita ansiedade antes e depois.

Tradições natalinas em outros países

Matéria anterior

Famosos que são formados em outras áreas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos