Ciência e TecnologiaHistória

Foi assim que esse grego provou que a Terra era redonda há dois mil anos atrás

0

Nós já escrevemos algumas matérias sobre pessoas que dizem que a Terra é plana. Alguns exemplos são as nossas matérias com os 7 argumentos surreais utilizados pelas pessoas que acreditam que a Terra seja plana e um dos maiores astrofísicos acabou com a teoria da “Terra plana” com apenas uma imagem.

Pois bem, mas não é de hoje que as pessoas provam que o planeta não é plano. Eratóstenes de Cirene foi um matemático, gramático, poeta, geógrafo, bibliotecário e astrônomo da Grécia Antiga. E há cerca de 2 mil anos atrás, Eratóstenes teve uma percepção que poderia provar que o planeta não era plano. Bom, a gente conta essa história com detalhes para vocês.

Como Eratóstenes descobriu que a Terra é redonda?

Quando Eratóstenes fez uma visita a Siena (agora Assuão), uma cidade egípcia, ele observou um fenômeno que chamou bastante a sua atenção. Ao meio-dia de um dia de verão, não havia sombras verticais. Por que? O Sol estava a pino, ou seja, diretamente acima da cabeça de Eratóstenes.

Quando ele voltou a sua cidade, Alexandria, o cara resolveu ver se a mesma coisa acontecia por lá. Ele colocou uma vara no chão para ver se ao meio-dia seria gerada a mesma sombra. É claro que existia uma sombra, e para sermos preciso, essa sombra era de 7 graus.

Depois de fazer esse teste, Eratóstenes tirou a conclusão que uma coisa era certa: a Terra era curvada. Caso ela não fosse curvada ou redonda, não daria para ver sombras em Alexandria como aconteceu durante sua visita a Siena. Abaixo vocês podem ver uma reconstrução do mapa do mundo feito por Eratóstenes.

Eratóstenes calcula a circunferência da Terra

O cara não se contentou apenas em saber que o mundo era redondo. Depois dessa descoberta, ele resolveu calcular a circunferência da Terra. Primeiro ele pediu para um homem medir a distância entre Siena e Alexandria, que era equivalente a 5.000 estádios de distância (800 quilômetros).

Tendo essa medida em mente, o matemático teve uma conclusão bem simples. Se os 7 graus de diferença entre Alexandria e Siena são de 800 quilômetros, os 360 graus do planeta são cerca de 40 mil quilômetros. Sendo assim, o matemático grego teve um resultado bem próximo do que conhecemos hoje em dia. O mais impressionante é que ele usou apenas a sua inteligência para descobrir isso. Mas mesmo assim, algumas pessoas teimam em afirmar que a Terra é plana.

Mas e você, conhecia a história de Eratóstenes? Não esqueça de comentar a nossa matéria!

7 filmes de 2018 que não estamos colocando muita fé mas podem surpreender

Matéria anterior

Como é possível nevar no Deserto do Saara?

Próxima matéria

Você pode gostar