• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Girafas agora estão na lista de animais ameaçados de extinção

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      02/05/19 às 15h26

O governo dos Estados Unidos anunciou recentemente que está considerando oficialmente listar a girafa como uma espécie em extinção. Há alguns anos, ONGs e entidades de proteção ao meio ambiente vêm alarmando a agência do governo norte americano para questões ambientais, a US Fish and Wildlife Service,  sobre o declínio deste mamífero na natureza e o crescente mercado de produtos derivados do animal.

Autoridades do governo informaram que encontraram 'informações substanciais" para listar as girafas como ameaçadas de extinção no Ato das Espécies Ameaçadas. A primeira resposta veio somente depois de dois anos que os grupos de conservação enviaram uma petição para eles.

O desaparecimento das girafas

O órgão governamental anunciou que começará uma revisão detalhada da mesma antes de tomar qualquer decisão final sobre o tema. Segundo os conservacionistas, este processo pode levar anos. Listar as girafas como uma espécie sob ameaça implicaria em restrições à sua importação nos EUA e disponibilizaria recursos federais para esforços de conservação da espécie.

Os envolvidos na causa esperam que a entrada das girafas na lista ajude a levantar iniciativas de proteção. De acordo com eles, tais iniciativas são muitas vezes ofuscadas por outras de alto nível, como para a proteção de leões, elefantes, entre outros animais.

"Toneladas de dinheiro são despejadas em projetos de conservação para essas espécies", disse Adam Peyman, gerente de programas e operações da, Humane Society International, um dos grupos que registrou a petição.

Segundo as regulamentações federais estadunidenses, a resposta por parte do governo deve ocorrer dentro de até 90 dias depois da apresentação da petição. Que neste caso ocorreu em abril de 2017. Em dezembro de 2018, os grupos processaram a agência para forçar uma resposta.

Não está claro se a reação da agência recentemente ocorreu devido ao processo. Ou, o que os tenha levado a tamanha demora para se posicionar. Peyman afirmou que costumeiramente o serviço governamental não cumpre os prazos. Porém, este foi o maior prazo de espera já visto por ele.

Incertezas

Payman ainda acrescentou que a declaração do governo não evidencia se a agência decidirá por proteger as girafas. Porém, defensores dos direitos dos animais possuem fortes argumentos para que assim seja feito.

Na petição, eles argumentam que as girafas estão ameaçadas pela perda de seu habitat natural, secas, doenças e pela caça. Incluindo a caça esportiva. A União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), em 2016, colocou as girafas como "vulneráveis" em sua Lista Vermelha. Junto de outros animais que já figuram como ameaçados de extinção.

Somente nos último 30 anos, a população de girafas diminuiu cerca de 40%, segundo o que foi relatado pela UICN . Eles estimam que a população de girafas na África Subsaariana hoje seja de um pouco mais de 97 mil.

O mercado de produtos derivados de girafas cresceu nos Estados Unidos. Entre outros países do mundo. Só para termos uma noção, de 2006 a 2015, foram importadas cerca de 40 mil girafas para o país, mortas ou vivas. Ao chegarem por lá, elas foram transformadas em almofadas, botas, cabos de facas, capas de Bíblia, entre outras coisas.

"O que queremos fazer é elevar essa barreira, fazer com que as girafas não sejam ameaçadas pelo comércio, além das outras ameaças que enfrentam", disse Peyman.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+