Curiosidades

História da Rua 25 de Março

0

Dificilmente você encontrará alguém que nunca ouviu falar sobre a 25 de Março. A rua, além de ser uma das mais famosas do Estado de São Paulo, é conhecida em todo o Brasil, sendo um local muito frequentado por turistas.

Como o maior ponto comercial de São Paulo, o local atrai consumidores e revendedores que buscam produtos com um preço mais em conta. Essas mercadorias podem ser achadas nas lojas e nas ruas com os ambulantes.

O local, que recebe mais de 500 mil pessoas diariamente, pode ultrapassar esse número em datas especiais, chegando até mesmo à marca de um milhão. Considerado o melhor lugar para encontrar qualquer objeto que deseja, com o passar dos anos se expandiu e se tornou a região da 25 de Março.

Mas por que o local recebe esse nome? A resposta é que no dia 25 de março Dom Pedro I outorgou a primeira Constituição Brasileira. Esse documento foi fundamental, visto que o país estava no processo de independência. Vale lembrar que essa Constituição valeu por 67 anos.

Origem da 25 de Março

Hotel Castelar

Desde o século XIX a região era conhecida como um polo comercial, mesmo sem o nome 25 de Março. Ela já chegou a ser chamada de rua Várzea do Glicério, rua das Sete Voltas e rua de Baixo.

Porém, em 1865, ela foi batizada com o nome 25 de Março, em homenagem à data da primeira Constituição Brasileira, que foi escrita em 1824. Isso foi contado pelo pesquisador Lineu Francisco de Oliveira, em sua obra “Mascates e Sacoleiros”.

No início, a 25 de Março estava localizada em uma região portuária entre os rios Tamanduateí e Anhangabaú, esses dois ainda eram as opções de transporte. Por causa da localização, em épocas de chuva, a rua vivia alagada e sofria muito.

Por isso, para venderem em grande escala, os comerciantes sempre buscavam produzir e comercializar produtos mais baratos. Esse é um dos diferenciais da 25 de Março, o seu preço.

O rio Tamanduateí 

Garoa Histórica

Depois de uma enchente devastadora na época de chuva de 1850, o rio Tamanduateí, inspiração para o nome de uma das vias, acabou transbordando e gerando estragos que marcaram a História de São Paulo. Hoje em dia, o corpo d’água foi canalizado, com isso, além do corpo da via ser mais linear, ele está afastado da rua.

Conforme o site da prefeitura de São Paulo, o local onde a água foi drenada se chama de baixo São Bento. 

Antes, o canal era o meio utilizado para os comerciantes transportarem as mercadorias, na maioria das vezes de origem árabe, passando pelo Porto Geral ao fim da sétima volta do rio. A Ladeira Porto Geral segue sendo uma das travessias mais famosas da região.

Popularidade da 25 de Março

São Paulo Secreto

A 25 de Março construiu sua popularidade como o maior centro comercial do Brasil principalmente por causa da sua variedade de produtos. As lojas vão desde maquiagens até utensílios domésticos.

Além disso, a região é conhecida pela venda de produtos falsificados ou imitação, mesmo com as leis contra pirataria e violação de direitos autorais. Por isso, as regulamentações acabam sendo seguidas menos recorrentemente e os comerciantes sabem como driblá-las. Porém, isso não faz a fiscalização e apreensão serem menores. Além disso, na teoria, os ambulantes são proibidos.

Outro fator muito decisivo para a sua popularidade é o preço mais baixo que em outros mercados. Esse valor menor pode ser explicado pelo varejo e atacado serem fortes na região, assim como pela forma que os produtos foram importados.

Fonte: Aventuras na História, Segredos do Mundo

Qual foi o primeiro reality show do mundo?

Matéria anterior

Como surgiu o chocolate?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications