Entretenimento

Inglesa arrecada R$ 2,3 milhões após fingir ter câncer

0

A inglesa Nicole Elkabbas, de 44 anos, começou em 2018, dias após descobrir que não tinha câncer, uma campanha na internet para arrecadar dinheiro através de doações, para pagar um tratamento de câncer de ovário. A campanha contava com uma foto de Nicole deitada em uma cama de hospital.

O golpe foi descoberto e exposto quando o médico oncologista de Nicole a viu. A mulher, que é mãe de uma criança, foi processada e se declarou inocente por “acreditar genuinamente que tinha a doença”, de acordo com o UOL.

Primeiramente, estimava-se que Elkabbas tinha arrecadado um valor equivalente a R$ 334 mil, mas a investigação descobriu um valor muito superior, de R$ 2,3 milhões.

Conforme informações do tabloide britânico The Sun, ela gastou o dinheiro obtido com o falso câncer com dívidas, com viagens de luxo ao exterior, ingressos para jogos do Tottenham Hotspur, clube de futebol inglês do qual é torcedora, restaurantes caros e apostas.

Sentença

Foto: Aventuras na História

Nicole Elkabbas foi presa em fevereiro de 2021 e cumpre pena de 2 anos e 9 meses. O juiz Mark Weekes descreveu o engano como “astuto e manipulador”.


“Você produziu relatos detalhados e às vezes gráficos do tratamento que estava recebendo com o objetivo de manter aqueles que você aprisionou em sua teia de mentiras pagando-lhe dinheiro”, afirmou o juiz.

A inglesa ainda terá que devolver um valor equivalente a R$ 32 às pessoas que enganou. Porém, o valor é simbólico, já que Nicole não tem nenhuma “perspectiva realista” de devolver o valor adquirido, segundo o The Sun.

Katie Taylor, uma das vítimas do golpe de Nicole Elkabbas, disse que se sentiu “violada, usada, traída, envergonhada, humilhada, deprimida e desanimada”. A mulher ainda contou que incentivou outras pessoas a doar em um grupo no Facebook com 18 mil membros. “Eu não podia acreditar que aquilo era verdade, eu me senti pequena e muito, muito estúpida”, afirmou.

Relembre a influencer que fingiu ter câncer

Foto: Andrew Henshaw Photography/BBC Three

Apesar de parecer bizarro, Nicole Elkabbas não foi a única pessoa que chamou a atenção da imprensa internacional por fingir ter câncer.

Belle Gibson, uma blogueira australiana de saúde e bem-estar, na época com mais de 300 mil seguidores, contava na internet que “curou” seu câncer cerebral inoperável por meio de uma alimentação saudável.

Belle vendia a receita de seu estilo de vida milagroso e livre do câncer. Em seu livro, a influenciadora afirmava: “Me empoderei para salvar minha própria vida por meio da nutrição, paciência, determinação e amor”.

Farsa

Foto: Brent Parker Jones/BBC Three

Em julho de 2014, Belle divulgou em um post do Instagram que havia sido diagnosticada com quatro outros tipos de câncer. “Está em meu sangue, baço, cérebro, útero e fígado”, escreveu ela.

Por causa disso, começou a desconfiança sobre a veracidade das informações. Em março de 2015, uma publicação australiana informou que Belle havia mentido aos seus seguidores que doava parte da venda de seus livros e aplicativos para organizações beneficentes.

Logo após isso, muitos jornalistas começaram a investigar se Belle também estava enganando as pessoas sobre o seu estado de saúde. Com isso, foi descoberto que a influenciadora também havia mentido sobre o seu câncer.

Já em setembro de 2017, a influencer recebeu uma multa de mais de US$ 300 mil por parte do governo australiano, por enganar os seguidores sobre as doações para instituições de caridade, depois de ela ter sido declarada culpada por cinco infrações da lei do consumidor.

Uma juíza chegou a afirmar que Belle pode ter acreditado “de maneira genuína” no que estava dizendo e que ela pode ter sofrido “delírios” sobre sua própria saúde.

Em maio de 2021, as autoridades australianas decidiram confiscar os bens de Belle após ela não pagar a multa que havia sido aplicada pela Justiça.

Ninguém sabe o motivo de Belle mentir.

Fonte: Aventuras na História, G1

Cliente coloca fogo em lanchonete após pedido ‘demorar muito’

Matéria anterior

Perseguidor invade novamente a casa de Ariana Grande

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos