Judas realmente traiu Jesus?

POR Heverton Paulo    EM História      08/10/15 às 18h51

Trinta moedas. Segundo a tradição bíblica, esse foi o preço cobrado pelo discípulo Judas Iscariotes para trair o Messias do Cristianismo, Jesus Cristo. Durante a famosa última ceia que Cristo teve com seus seguidores, o Mesmo teria predito que um deles iria traí-lo, e foi tiro certo!

Até os dias de hoje, Judas é tido como um sinônimo de "traidor, falso amigo" ou "aquele que trai com um beijo". Diferente do outro Judas (São Judas Tadeu), Judas Iscariotes tornou-se um verdadeiro símbolo do mal nos preceitos cristãos, afinal, ele é um traidor da pior espécie! Ou será que não? É aí que surge a controvérsia.

Será que Judas realmente traiu Jesus? Praticamente 99% de quem se intitula cristão (ou não) tem certeza disso, mas um documento escrito aproximadamente no ano 300, conhecido como o "Evangelho de Judas", parece contestar essa teoria. O texto, escrito num papiro de 26 páginas, foi encontrado no Egito no ano de 1978 e, desde então, tem levantado grandes polêmicas e debates na comunidade científica e religiosa.

William+Etty-Judas+Iscariot

O manuscrito, que foi restaurado e traduzido pela organização National Geographic, começa com a seguinte frase: "O relato secreto da revelação que Jesus fez em conversas com Judas Iscariotes uma semana antes da celebração da Páscoa".

O documento mostra Judas como o discípulo da mais completa confiança de Cristo e, segundo o professor George Wurst da Universidade de Augsburg, na Alemanha, o único que conhecia o Messias verdadeiramente. A existência do "Evangelho de Judas" era conhecida por uma antiga referência feita pelo bispo Irineo de Lyon (em seu tratado "Contra a heresia"). Mas até a descoberto do documento, ninguém sabia o que o texto dizia.

Nele, toda a imagem de Judas Iscariotes, protótipo da traição e da mentira no cristianismo, é desfeita.

evangelho-jesus-09-04

Mas o que conta o manuscrito?

Ao contrário do que se acredita, o evangelho conta que Cristo teria feito um "acordo" com Judas, para que este O entregasse às autoridades ajudando assim a libertá-Lo de sua condição humana. De acordo com o texto, Judas não O traiu, pois "só fez o que Jesus lhe pedira", afirmou Craig Evans, professor de Novo Testamento do Acadia Divinity College, no Canadá. O livro retrata Jesus dizendo a Judas: "Tu superarás todos eles".

Ainda segundo esse professor, em duas ocasiões Jesus pediu coisas em privado a dois de seus discípulos, segundo o Novo Testamento, e Sua entrega às autoridades da época por parte de Judas seria uma terceira.

Para quem é fã de Harry Potter, o evangelho conta que o acordo feito entre Cristo e Judas foi mais ou menos aquele feito por Severo Snape e Avo Dumbledore: o sacrificado pediu seu sacrifício. Portanto, para o texto, Judas, ao entregar Jesus para morte, facilitou Sua saída do corpo e a libertação da divindade que Ele tinha dentro de Si.

E você, o que acha? Será que Jesus Cristo realmente foi traído por Judas Iscariotes?

Fonte: Terra

Heverton Paulo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+