Curiosidades

Laticínios e outros alimentos realmente causam acnes?

0

A alta incidência de acne sempre foi um problema para os adolescentes. Em suma, elas ocorrem com frequência nesse período da vida, por causa das alterações hormonais que estão à flor da pele. Isso faz com que a glândula sebácea produza mais sebo e, consequentemente, as espinhas se formem. Contudo, o problema é que, ultimamente, esse fator não se restringe apenas aos adolescentes. E alguns adultos também sofrem com esse problema.

Geralmente, se diz que a acne na vida adulta pode ser agravada por alguns alimentos, como o chocolate. Será que realmente existe alguma verdade nisso? Cinco especialistas em dermatologia, acne e microbiologia responderam se a dieta pode realmente piorar a acne.

Relação

Existem várias formas de estudas a relação entre dieta e acne. A abordagem feita por Gregory Delost, especialista em dermatologia, foi uma revisão sistemática feita entre janeiro de 2009 a abril de 2020, onde os pesquisadores analisaram 42 estudos observacionais e 11 ensaios clínicos. Dessa forma, eles encontraram vários fatores dietéticos relacionados à acne.

Por mais que, no geral, a revisão tenha chegado a conclusão que existe sim uma relação entre acne e dieta, os estudos de intervenção encontraram um elo mais fraco do que os observacionais.

Cada tipo de estudo tem suas próprias ressalvas. Por exemplo, alguns dos observacionais dependiam das pessoas que mantinham um diário alimentar.

“A pesquisa nutricional depende fortemente da memória dietética, que é repleta de limitações, preconceitos e variáveis ​​de confusão. Já que as pessoas tendem a subestimar alimentos ‘ruins’ e superestimar alimentos ‘bons’, sem prestar atenção suficiente aos ingredientes e porções . Alguns críticos dos estudos baseados na dieta afirmam que eles não seguem o método científico. E deveriam ser considerados pseudociência”, disse Delost.

Alimentos

De acordo com Gabriella Fabbrocini, professora e especialista em acne da Universidade de Nápoles, na Itália, a “dieta de alta carga glicêmica e consumo frequente de laticínios, em particular leite total e desnatado, são os principais fatores no estabelecimento da ligação entre dieta e acne”.

A carga glicêmica alta é os alimentos com carboidratos que são decompostos de forma rápida no corpo. Dentre eles estão incluídos alimentos e bebidas açucaradas, pão branco e arroz.

“Os fatores que promovem a acne incluem alimentos com alto teor de glicose, laticínios, alimentos gordurosos e chocolate. Enquanto os fatores de proteção contra a acne incluem ácidos graxos, bem como ingestão de frutas e vegetais”, pondera Delost.

Também com essa mesma linha de pensamento está Jerry Tan, dermatologista da Western Ohio University. Ele diz que: “alimentos de alto índice glicêmico podem elevar os níveis de insulina e do fator de crescimento semelhante à insulina 1. Ambos os hormônios podem aumentar a excreção de sebo e alterar componentes do sebo para outros mais pró-inflamatórios”.

No entanto, a dieta não deve ser a única culpada pelos problemas com acne. Como explica Kelly Haas, especialista em microbiologia da pele da Universidade de Massachusetts. Para ela, “a fisiopatologia da acne é multifatorial e em grande parte ainda desconhecida. Então as mudanças na dieta podem não funcionar para todos os casos”.

A acne está relacionada com níveis hormonais que podem variar durante a puberdade, os ciclos menstruais e gravidez. Além disso, também é genética e tem reações a medicamentos ou produtos cosméticos.

Impressionantemente uma porcentagem pequena do nosso DNA é exclusivamente ”humana”

Matéria anterior

10 alimentos com calorias negativas

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Mais em Curiosidades

Você também pode gostar