Curiosidades

Mulher conta como é ser viciada na ”droga zumbi”

0

“Eu estou sendo devorada por dentro”, conta Emma Davies, de 41 anos, que vem sofrendo com os efeitos de uma substância letal que chegou recentemente ao Reino Unido. A chamada “droga zumbi” é o krokodil que é ainda mais poderosa do que a heroína. Entre os efeitos colaterais do contato da droga no organismo, incluem-se a trombose, gangrena, abscesso e feridas na pele que se assemelham a um crocodilo.

Os primeiros registros da aparição do krokodil foram na Rússia, mas ela se expandiu e tem se espalhado pelo mundo. Emma é uma das primeiras vítimas britânica da droga, e o número de pessoas viciadas na substência tem aumentado consideravelmente.

O estado de saúde

Emma Davies, tem três filhos e já tinha envolvimento antes com outras drogas, mas nenhuma com consequências tão drásticas. A mulher revelou que tem sido devorada de dentro para fora. O seu corpo está cheio de feridas enormes, e o opiáceo do petróleo, encontrado na composição do krokodil, tem consumido a carne do seu corpo.

A substância química tem o nome de desomorfina, mas devido aos efeitos que causam na pele, transformando os usuários em algo parecido com um réptil, ela é conhecida nas ruas como krokodil. A droga, que é dez mais forte do que a heroína, é considerada a droga mais mortal do mundo.

“Se você me perguntar, é a gasolina que devora a sua carne. Eu estava coberta de marcas de queimaduras, e eu não tinha me queimado, elas estavam vindo de dentro de mim”, conta ela ao The Sun.

Ela contou ainda que a sua situação, quando chegou ao Hospital Real de Gloucestershire, deixou os médicos perplexos. Eles tentaram tratar os seus sintomas, que incluíam carne podre e mosqueada, nunca vista antes na região. Emma, que vinha lutando contra o vício em drogas há mais de dez anos, disse: “No final, eu tive que dizer a eles que poderia ter entrado em contato com Krokodil. A droga é tão nova aqui que eles não sabiam o que era ou como tratá-lo”.

No hospital, ela precisou passar por um procedimento para drenar o sangue cáustico da sua pele. Ela tinha feridas por todo o corpo, da cabeça aos pés, com um grande abscesso na canela que estava vazando sangue e pus. As fotos são chocantes e mostram os efeitos da substância carnívora altamente perigosa.

Segundo Emma, a droga “maligna” estava destinada a destruir vidas no Reino Unido, depois de acabar com os viciados da Rússia.

A droga

O krokodil é originário da Rússia, onde é chamado de “droga canibal” e que agora tem se espalhado pelo Reino Unido, depois de ter causado estragos também na Colômbia e na Ucrânia.

A substância, altamente viciante, tem como ingrediente principal a codeína, e pode ser “cozida” usando solventes como tíner, iodo, ácido clorídrico, fósforo e outros elementos tóxicos encontrados em combustíveis.

Aqueles que injetam a droga no corpo, não demoram para perceber os efeitos colaterais, que começam com ulcerações na pele, infecções e gangrena, pele escamosa e cinzenta, com um aspecto semelhante a escamas de crocodilo.

A mulher recebeu 900mg de analgésico, mesmo que a dose máxima recomendada seja de 600mg, tudo para aliviar as dores enquanto ela espera para ser tratada com pregabalina, que é um remédio usado em neurocirurgia para tratar nervos danificados.

Pessoas de diversas classes sociais escolheram suas coisas favoritas e esse foi o resultado

Matéria anterior

Uma astrônoma encontrou uma estrela branca com anéis misteriosos

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.