Curiosidades

Mulher é esmagada por um elevador de carga de um supermercado

0

Uma funcionária foi esmagada por um elevador de carga de um supermercado em Manhattan, Nova York. O acidente aconteceu na West 43rd Street, próximo a 10th Avenue, em Hell’s Kitchen, neste mês. O corpo da mulher foi encontrado por volta das 16h10. A identidade da funcionária, de apenas 39 anos, não foi divulgada.

“Eu precisava estocar comida, principalmente agora, que é um período de tempestades fortes. Eu estava em meio ao supermercado quando vi a maca que transportava o corpo da mulher. Meu coração parou”, disse Jess Mayeur, uma das clientes do supermercado.

De acordo com o Departamento de Edifícios de Nova York, a funcionária sofreu traumatismo craniano e não sucumbiu aos ferimentos.

Acidentes

Acidentes envolvendo elevadores são mais comuns do que imaginamos. Os acidentes mais fatais ocorrem quando a porta fecha determinadas partes do corpo dos passageiros ou quando indivíduos caem no poço do elevador.

De acordo com o Departamento de Estatísticas do Trabalho dos Estados Unidos, anualmente, cerca de 30 pessoas morrem em acidentes desta natureza. Além disso, 17 mil se ferem gravemente.

Os números refletem apenas a nação americana. Obviamente, em países que são mais populosos, as estatísticas são outras. Segundo o Berenberg Bank, citado pela Reuters, a China, atualmente, tem 4 milhões de elevadores, portanto, o número de acidentes e incidentes envolvendo elevadores é drasticamente bem maior em relação aos Estados Unidos.

De todas as formas, as situações envolvendo morte, geralmente, englobam mais técnicos de manutenção ou construção. Casos como o da funcionária que citamos no início da matéria acabam sendo exceção se comparados aos que envolvem os profissionais da construção civil, por exemplo.

Casos graves

Em 2011, também em Nova York, um homem queimou uma senhora de 73 anos viva dentro de um elevador. O caso aconteceu no Brooklyn e o crime foi registrado pelas câmeras de segurança do prédio.

De acordo com as imagens, a vítima foi atacada por um homem de 47 anos, quando tentava deixar o elevador. O agressor jogou sobre a senhora um spray que continha líquido inflamável e, em seguida, arremessou um coquetel bomba molotov contra a vítima.

Em 2018, seis pessoas sobrevivem após um elevador despencar do 84º andar de um arranha-céu de Chicago. O incidente ocorreu logo depois que um dos cabos que segurava a cabine rompeu.

Por sorte, havia ainda uma enorme quantidade de cabos que conseguiram sustentar o elevador antes de colidir com o chão. A cabine, em um determinado momento, ficou presa no 11º andar. O grupo foi resgatado três horas depois.

Na China, também em 2018, um casal que estava utilizando um dos elevadores mais antigos do país sofreu ferimentos na cabeça e no pescoço porque a cabine não parou e, com isso, acabou chocando contra o topo de um edifício de 46 andares.

Em 2013, em Hong Kong, todos os quatro cabos de sustentação de um elevador se romperam ao mesmo tempo. O incidente ocasionou ferimentos graves em três pessoas. O freio de emergência não funcionou em nenhum momento durante a queda.

Para finalizar os casos de maior destaque, em 2016, um mês depois de desaparecer, uma mulher foi encontrada morta dentro de um elevador, na cidade chinesa de Xian.

Walmart planeja usar caminhões de entrega sem motoristas em 2021

Matéria anterior

Pessoas solitárias têm uma assinatura cerebral diferente

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.