Entretenimento

Neymar fala sobre relação com o pai

0

Após o documentário “Neymar – O Caos Perfeito”, voltou a ser comentada a relação entre o jogador e o seu pai e empresário, Neymar Santos. Na produção, dividida em três capítulos, foi possível notar as desavenças entre pai e filho.

Em entrevista para Splash, Neymar afirmou que ” É difícil separar as coisas assim, eu acho que não separa, pai é pai independente de qualquer coisa. Acho que só separa quando ele vai falar com algum dirigente ou fechar algum contrato, mas quando ele está do meu lado, independente se eu estou jogando ou em casa, ele vai me olhar como meu pai.”

De acordo com o jogador do PSG, ele e o pai possuem uma relação muito forte, que permite que ele confie no pai para cuidar da sua carreira fora dos campos.

“A nossa amizade é muito forte. A gente criou um laço muito grande desde que eu era pequeno e acho que é por isso que nos damos muito bem. Por isso também eu confio nele cem por cento e deixo ele tomar conta da minha carreira fora dos gramados. Isso me ajudou a focar no futebol e a não me preocupar muito com marketing e essas coisas.”

Relação de Neymar: pai e filho no documentário

Reprodução: Instagram

No documentário, o jogador Neymar afirmou que atualmente as conversas com o pai são mais profissionais. “Acho que (a relação com) meu pai sempre foi muito misturado. Antigamente, a gente tinha mais uma relação entre pai e filho. Hoje, acho que se distanciou um pouco mais. A gente conversa ainda, óbvio. Mas é mais profissional”, disse o craque.

Neymar também falou sobre os cuidados excessivos do pai. “Meu pai me ensinou praticamente tudo. Sempre cuidou de mim, 24 horas… Chega um momento que você não quer mais tanto aquilo, você acaba perdendo o pai…”

Em um momento do documentário, durante uma discussão, Neymar afirma que não gosta da forma agressiva que o pai fala com todo mundo, incluindo os amigos e seguranças do jogador. Neymar ainda acrescenta que busca resolver as situações de forma mais sadia e que não gosta de ter conversas que acabem em confusões.

O pai então encerra o assunto com: “Arrogância é um nome feio. Mas sabe o que significa? É quando você não escuta… Tem que ter humildade. Quando eu falo que você não escuta mais ninguém, é minha preocupação. Quando a gente não escuta mais ninguém, as armadilhas acontecem.”

A dupla também discute o futuro da empresa NR Sports, responsável pela gestão da imagem do jogador. Neymar Santos afirma que o negócio ficará para o filho, mas o atleta afirma que não iria querer assumir hoje.

“É igual jogar futebol, é igual a pressão. Pouco me importa o que os outros pensam, quero jogar futebol, ajudar minha equipe, conquistar títulos… E esquecer a mídia, críticos…”, afirma Neymar.

Mesmo com o distanciamento, o pai segue estando nos momentos mais importantes da vida do filho. Um exemplo foi depois da derrota do PSG na final da Champions League, na temporada 2019/20, em que Neymar pai e Davi Lucca, filho do jogador, foram visitar o atleta no hotel do clube francês.

Fonte: Splash, ESPN

A fúria do chimpanzé Travis: você não vai acreditar no que ele fez!

Matéria anterior

Famosas que se casaram adolescentes

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos