Curiosidades

Fique atento a esse novo golpe do WhatsApp que utiliza até perfis falsos

0
Fique atento a esse novo golpe do WhatsApp que utiliza até perfis falsos

Conforme novos golpes são descobertos, os golpistas se aperfeiçoam no que fazem e assim por diante. Dito isso, não seria diferente na internet e nas redes sociais como o WhatsApp. Por isso, separamos tudo que você precisa saber para ficar atento a esse novo golpe do WhatsApp que utiliza até perfis falsos.

Antigamente, esse tipo de golpe era feito por meio de anúncios ou links suspeitos. Somente assim, a conta poderia ser clonada. No entanto, agora, um novo golpe do WhatsApp tem circulado pela internet e já até chegou em famosos. Nesse sentido, a técnica é bastante simples, perfis falsos que se passam por outras pessoas.

Nas mensagens, os golpistas se passam pela pessoa e pedem dinheiro

Em um caso que ganhou bastante repercussão nas redes sociais, Guilherme Boulos, candidato a prefeito da cidade de São Paulo pelo PSOL, foi uma das pessoas que caiu no golpe. Com isso, Boulos teve seu telefone clonado. Em seguida, golpistas conseguiram acesso a uma cópia de sua agenda de contatos e ainda enviaram uma série de mensagens se passando por Boulos. Nas mensagens, eles utilizavam a mesma foto de perfil do candidato e pediam dinheiro para sua campanha.

Esse é um golpe bastante comum e, em todo caso, os criminosos pedem a mesma coisa, uma transferência de dinheiro. Além disso, quem tem o perfil clonado não fica sabendo do ocorrido até que alguém mais próximo entre em contato. No caso de Boulos, por exemplo, ele foi informado que a informação chegou até ele por meio de seus próprios contatos.

Através de uma nota, Boulos explicou que as doações não são feitas por celular. Desse modo, a única maneira de doar é pelo site e através da conta oficial da campanha. Portanto, tome cuidado com mensagens estranhas e sempre verifique se aquele número é referente ao contato.

Tudo que você precisa saber para não cair nesse novo golpe do WhatsApp

Segundo a Kaspersky, uma empresa de cibersegurança, o novo golpe do WhatsApp acontece através da compra de bancos de dados. Esses bancos contêm informações pessoais como endereços, telefone, local de trabalho e até preferências de lazer e contatos próximos. De acordo com a Polícia Civil de Goiás, esse tipo de conteúdo ficou conhecido como Data Brokers (“Corretores de Dados”, em tradução livre).

Nas mensagens, os golpistas dizem que o contato trocou de celular e precisa de um dinheiro que já havia sido combinado antes. Esse dinheiro também pode ser solicitado como um empréstimo para pagar uma dívida ou realizar uma compra. “Aqui, todos os tipos de empresa podem ser vítimas. Logicamente que lojas online são alvos óbvios, mas qualquer empresa conta com banco de dados de funcionários e de clientes que podem ser usados para abastecer este esquema”, afirma Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky.

Ao todo, estima-se que o golpe tenha causado prejuízos de mais de R$ 500 mil. Por isso, especialistas apresentam algumas dicas de segurança, como, por exemplo, não usar a mesma imagem em todas as redes sociais e entrar em contato com a pessoa que está pedindo o dinheiro por meio de ligação.

7 fatos para celebrarmos a vida de Tom Veiga, o eterno Louro José

Matéria anterior

Boruto mostra por que plano de Kaguya não fazia sentido

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar