Notícias

O caso Eloá Cristina

0

Há 14 anos o Brasil se chocava com um dos crimes mais emblemáticos já visto. Eloá Pimentel foi uma jovem de 15 anos mantida sob cárcere privado pelo seu ex-namorado, Lindemberg Alves, em 2008. O sequestro da jovem e mais três amigos foi amplamente divulgado pela mídia e, eventualmente, considerado o mais longo do estado de São Paulo. Afinal, foram 100 horas de cárcere. Este caso foi um dos mais noticiados no Brasil. Ao passo que o excesso da cobertura da mídia foi, inclusive, um dos motivos que acabou facilitando as atitudes do sequestrador.

Inesperadamente, tudo se iniciou no dia 13 de outubro de 2008. Foi quando Lindemberg, de 22 anos, inconformado com o fim do relacionamento com Eloá, invadiu o apartamento da vítima no momento em que ela fazia um trabalho escolar com dois colegas e sua melhor amiga, Nayara da Silva. Os garotos logo foram liberados. Mas Eloá e Nayara continuaram sendo mantidas reféns. Em declarações da época, o jovem afirmava que só sairia do imóvel morto. 

A mídia

A imprensa realizava uma cobertura massiva e o sequestrador conseguia ver tudo pela TV, até os próximos passos da polícia. A apresentadora Sônia Abrão chegou a ligar para Lindemberg ao vivo em seu programa vespertino. Logo depois, na noite do dia seguinte, Nayara foi solta sob os holofotes de todos os canais que se mantinham de plantão na porta do prédio. No entanto, a liberdade da garota não durou muito. No dia seguinte, a polícia resolveu mandar Nayara de volta a fim de conseguir negociar com o sequestrador e liberar Eloá. 

Nayara e Eloá. Foto: Reprodução

O plano falhou e a polícia, no dia 17 de outubro, decidiu invadir o apartamento. Lindemberg, em resposta, atirou nas duas meninas. Eloá levou um tiro na cabeça e na virilha, já Nayara foi atingida no rosto. Ao final de tudo, Eloá teve que ser socorrida por um médico e levada diretamente para o hospital. Nayara conseguiu sair consciente e andando. O homem foi detido e saiu algemado. Na noite do dia seguinte, o hospital anunciou a morte cerebral da jovem Eloá. Lindemberg foi condenado a 98 anos e 10 meses de prisão. Posteriormente, a Justiça reduziu para 39 anos.

Curiosidades sobre animais que você precisa saber!

Matéria anterior

Até 12 milhões de vidas podem ser salvas aposentando essa tecnologia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos